Economia

Foto: Reprodução/Internet Cerca de 48 mil veículos usados foram repassados pelas revendedoras ao varejo multimarcas no País Cerca de 48 mil veículos usados foram repassados pelas revendedoras ao varejo multimarcas no País

O comércio eletrônico de veículos usados no Brasil atingiu a cifra de R$ 5,8 bilhões em negócios no primeiro semestre deste ano. O faturamento é cerca de 54% maior em comparação com o mesmo período do exercício anterior, quando as vendas somaram R$ 3,9 bilhões.

Segundo dados da AutoAvaliar, plataforma líder no Brasil de comercialização de veículos seminovos entre concessionárias e lojistas, de janeiro a junho, as revendedoras repassaram, via pregão online, cerca de 48 mil veículos usados ao varejo multimarcas no País, ante as 27,9 mil unidades vendidas no exercício anterior.

O valor médio nas transações do semestre foi de R$ 28,9 mil por veículo arrematado. A plataforma B2B da empresa é utilizada atualmente em mais de 2,7 mil concessionárias de veículos e cerca de 20 mil lojistas multimarcas no Brasil.

O repasse online de seminovos é atualmente uma estratégia utilizada pelo varejo automobilístico para ampliar seus negócios no Brasil, em paralelo com as vendas de zero quilômetro. Segundo JR Caporal, CEO da AutoAvaliar, as concessionárias brasileiras estão reinventando seus negócios com a aposta nos seminovos. “O uso de uma plataforma B2B para comércio de veículos traz mais agilidade e garante, sobretudo, maior transparência no repasse de automóveis feito entre concessionárias e lojistas”, comentou.

“Para se ter uma ideia, a rentabilidade dos nossos clientes com o repasse de veículos chega a dobrar, impulsionado especialmente pela gestão eficiente e controle efetivo na operação”, acrescentou Caporal.

Por: Redação

Tags: Comércio Eletrônico