Saúde

Foto: Divulgação Município recebeu apenas 300 doses da vacina Município recebeu apenas 300 doses da vacina

As doses da vacina meningocócica C repassadas pelo Ministério da Saúde ao Estado do Tocantins não serão suficientes para vacinar todas as crianças que precisam da imunização. A Secretaria de Saúde do Estado (SES) solicitou ao ministério cerca de 25 mil doses, mas só recebeu o equivalente a 16% do que foi solicitado, o que equivale a 4.200 doses.

O município de Palmas, por exemplo, recebeu apenas 300 doses para abastecer 32 unidades de saúde do município. A quantidade é insuficiente, já que o ideal para atender à demanda da capital seriam entre 800 e 1000 doses da vacina todo mês.

A falta de vacina tem prejudicado a imunização de crianças na faixa etária de 0 a 1 ano de idade. Segundo a secretaria municipal de saúde de Palmas, a estimativa é de que cerca de mil crianças estejam com o calendário atrasado.

Desde o início do ano o Ministério da Saúde tem feito os repasses em quantidades abaixo do necessário para atender a demanda em praticamente todos os estados. Em nota enviada ao Conexão Tocantins no início do mês o ministério informou que a redução no número de doses seria por causa de atrasos na entrega por parte do laboratório que produz a vacina e que até o final de agosto a situação deverá ser regularizada em todo o país.

Segundo a SES, mesmo com o baixo estoque as doses serão distribuídas proporcionalmente de acordo com a necessidade de cada município.