Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por Intermédio da Delegacia de Arapoema efetuou, no final da manhã desta terça-feira (14) a prisão de Ildo F. de V., 34 anos de idade. Ele é acusado de ter praticado um homicídio, no Estado do Maranhão e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, quando estava em sua casa na cidade do norte do Estado.

Conforme o Delegado responsável pelo caso, no ano de 2015, Ildo matou sua companheira, Vera Lúcia Crispim dos Santos com golpes de foice enquanto a mesma dormia no quarto do casal. Ele também é suspeito de tentar abusar da filha de 11 (onze) anos no município de Paraibano/MA.

Na época dos fatos, o indivíduo foi preso em flagrante no Estado do Maranhão, mas fugiu durante o dia arrebentando a porta da cela da Delegacia, escalando uma parede e abrindo o telhado. 

Atualmente, ele estava residindo no município de Arapoema/TO, onde agredia e ameaçava de morte sua atual companheira, tendo inclusive cavado a cova dela para enterrá-la depois que a matasse.

Acusado chegou a cavar a cova da atual companheira

De posse da ordem judicial, a equipe da DP de Arapoema realizou buscas e diligências e conseguiu localizar o paradeiro do indivíduo e efetuar a prisão do mesmo. Ao ser preso, Ildo foi conduzido à sede da Delegacia local e, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, foi recolhido a uma das celas da Cadeia Pública de Arapoema, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.