Educação

Foto: Márcio Vieira O Saeb avalia a proficiência das escolas nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática O Saeb avalia a proficiência das escolas nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática

O Ministério da Educação (MEC) divulgou os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017. Conforme o relatório, desta última quinta-feira, 30, o Tocantins se destacou pela evolução na proficiência acima da média nacional em todas as etapas do ensino. No componente de matemática, anos finais do ensino fundamental, o Estado apresentou o maior crescimento entre as unidades da federação.

O Saeb é realizado periodicamente para avaliar a qualidade da educação ofertada no País, oferecendo subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais baseadas em evidências. Cerca de 73 mil escolas de todo o País participaram do Saeb. Mais de 606 mil estudantes da região Norte foram avaliados.

Pela primeira vez o MEC divulga o Saeb separado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A intenção deste formato é evidenciar a aprendizagem, sem deixar de dar o devido destaque ao Ideb, que será divulgado na próxima segunda-feira, 3 de setembro.

Em função dos números positivos do Tocantins, a gestora da secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, esteve em Brasília, a convite do ministro da Educação, Rossieli Soares, para acompanhar a divulgação. De acordo com a secretária, os avanços do Tocantins no Saeb são fruto do trabalho dos professores tocantinenses, em conjunto com a dedicação dos alunos no processo de ensino e aprendizagem.

“Os resultados do Saeb representam a aprendizagem dos alunos ao final de cada ciclo da educação básica. Os dados mostram que o Tocantins vem cumprindo as metas desde a instituição do Saeb, mas que ainda há uma trajetória a cumprir. Com base nos resultados aferidos as redes e instituições de ensino irão planejar as ações, para que possamos continuar avançando”, enfatizou.

O próximo passo, conforme a secretária, é levar esses resultados para a análise e discussão junto às unidades de ensino da rede estadual. Ainda segundo a gestora, o objetivo é mostrar o resultado do Saeb, escola por escola, o resultado do Estado, o resultado do município em que a escola está inserida e também a situação do Tocantins no cenário nacional para que as pessoas vejam a evolução, mas que também enxerguem o caminho a ser percorrido.

“Vamos levar ao conhecimento dos estudantes e dos professores, a exemplo do MEC, e vamos discutir com a comunidade escolar os resultados da avaliação. Mostrar os avanços, mas também provocar e comentar com toda a comunidade escolar os caminhos que a gente tem que trilhar a partir desses dados colhidos”, completou.

Anos iniciais

Nos anos iniciais, no componente de Matemática, o Tocantins é segundo colocado entre os estados que agregaram mais pontos do que a média nacional em se tratando dos ganhos de aprendizagem entre 2015 e 2017.  Nesta mesma etapa, em Língua Portuguesa, o Tocantins está na 4º colocação.

Anos finais

No 9º ano, os dados apontam o Tocantins como primeiro do ranking em relação aos ganhos de aprendizagem em Matemática, entre 2015 e 2017, com mais pontos do que a média nacional. O relatório evidencia progressos também em Língua Portuguesa apresentando o Estado na segunda colocação. Ao todo, 16 estados se destacaram com mais pontos do que a média nacional nesta etapa.

Ensino Médio

Na 3ª série do ensino médio, o Tocantins aparece em quinto lugar na escala dos estados que se destacaram em relação aos ganhos de aprendizagem, nos componentes de Língua Portuguesa e Matemática, entre 2015 e 2017.

Rede Estadual

Os níveis de aprendizagem são apresentados em uma escala de proficiência específica para cada componente curricular e etapa do ensino - ensino fundamental anos iniciais (1º ao 5º ano), ensino fundamental anos finais (6º ao 9º ano) e ensino médio. As escolas são diferentes e os níveis mudam a cada 25 pontos. Os resultados divulgados pelo MEC apontam progressos importantes para a rede estadual tocantinense. 

Anos iniciais

No 5º ano do ensino fundamental, a melhoria foi observada com a mudança da escala. Saindo do nível 3 para o 4, na disciplina de Língua Portuguesa. Nesta edição, a média alcançada pelas escolas estaduais representa um progresso de 9,4 pontos a mais que a nota de 2015.

Em Matemática, o Estado se manteve no nível 4, acompanhando a média nacional. As escolas estaduais atingiram 9,1 pontos a mais que em 2015.

Anos finais

No 9º ano do ensino fundamental, foi observado crescimento nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Em ambos os componentes, o Tocantins avançou na escala, passando do nível 2 para o nível 3.

Nesta etapa, o Tocantins apresentou o maior crescimento entre os estados da região Norte. Em Língua Portuguesa, a melhoria foi de 12,1 pontos. Em matemática, as unidades estaduais tiveram um crescimento de 8,6 pontos.

Ensino Médio

Em 2017, na 3ª série do ensino médio, o Tocantins permaneceu no nível 2 e foi o Estado com o melhor resultado de crescimento da região Norte, em ambos componentes. São 6,3 pontos a mais em Língua Portuguesa, e 8,7 em matemática.

Reconhecendo as fragilidades do ensino médio, o ministro da Educação enfatizou a necessidade de ampliar a discussão acerca das mudanças necessárias no último ciclo do ensino básico. Segundo ele, a aprovação da Base Nacional Curricular Comum do ensino médio e o redesenho de programas importantes, baseados em evidências que tem dado certo nos estados, são as estratégias imprescindíveis para que o país possa enfrentar os desafios desta etapa do ensino.