Polí­cia

Foto: Ascom SSP

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 3ª Delegacia de Polícia Civil de Araguaína, efetuou a prisão de Elias Souza Luz na última quarta-feira, 5. Ele é suspeito pela prática do crime de estelionato e foi preso em flagrante delito, quando se encontrava em uma residência, daquela cidade.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima procurou a Delegacia informando que contratou um consórcio de motocicleta em uma empresa do ramo e o suposto autor, funcionário, intermediou o negócio. Porém, não eram emitidos boletos para pagamento e o próprio vendedor, sem o conhecimento da empresa, ia até a residência da vítima e recebia o valor referente à mensalidade devida.

Ainda segundo a vítima, o indivíduo dizia que pagava do próprio bolso e por isso pegava pessoalmente o dinheiro, comparecendo uniformizado e induzindo a vítima a erro, pois ela acreditava que as parcelas estavam sendo devidamente pagas.

Quando a vítima compareceu ao estabelecimento comercial, descobriu que o consórcio havia sido cancelado por falta de pagamento e que as últimas sete parcelas não haviam sido pagas. Os Policiais Civis descobriram também que há outro caso similar do mesmo suposto autor e, suspeita-se, que possa haver mais vítimas.

De acordo com a Polícia Civil, sete prestações de R$ 200 reais cada, não foram pagas, mas recebidas pessoalmente por Elias, totalizando o valor de R$ 1.400,00. A vítima só não passou o valor do lance, de R$ 1.700,00 porque desconfiou e procurou a empresa, obtendo a informação de que esse não era o procedimento e que, além disso, Elias não tinha mais vínculo empregatício, tendo sido demitido há aproximadamente 40 dias.

Contudo, essa informação não foi repassada para a vítima, que ainda pagou mais duas prestações ao homem, mesmo ele não sendo mais funcionário da empresa. Com base nas evidências, uma equipe da Polícia Civil deslocou-se até a residência da vítima e encontrou o suspeito, que foi preso em flagrante delito, após ter recebido indevidamente o dinheiro de mais uma prestação. 

Elias Souza foi conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Araguaína, onde foi autuado em flagrante por estelionato. Em seguida, após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminha à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA) onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. (Ascom SSP)


Por: Redação

Tags: Estelionato, Polícia, Polícia Civil