Economia

Startups com sede no Brasil podem participar do Edital de Pré-Qualificação Nº 2018/001 do Banco da Amazônia destinada à aquisição de soluções inovadoras de tecnologia da informação para atendimento de necessidades dos negócios da Instituição, que é a principal empresa pública federal de fomento no Norte do país, responsável por 64% da concessão desse tipo de crédito na região amazônica. As empresas que forem habilitadas serão credenciadas pelo banco e participarão, no futuro, de licitações fechadas. A instituição espera que participem do processo fintechs e agrotechs, startups especializadas no mercado de serviços financeiros e no desenvolvimento de tecnologia para o agronegócio.

"Com base em nossa missão de desenvolver a Amazônia de forma sustentável, procuramos estabelecer critérios neste edital que oportunizassem a participação de startups localizadas na região Amazônica, além de cumprirmos com nossa responsabilidade socioambiental de fomentar o crescimento econômico e social, gerando emprego, renda, inovação e o desenvolvimento da pesquisa na Amazônia", ressalta Claudio Andre Ferreira Pinto, gerente de Desenvolvimento e Gestão de Produtos, Serviços e de Soluções Tecnológicas do Banco da Amazônia.

Para a execução dos projetos, há disponíveis recursos na ordem de R$ 2 milhões ainda para este ano e de R$ 5 milhões para 2019. As empresas de pequeno e médio porte pré-qualificadas devem estar aptas para fornecer soluções prontas, customizadas ou a serem desenvolvidas para atendimento em lotes e segmentos de crédito bancário, incluindo plataforma de sistemas, software, criação, customização e implementação, manutenção e suporte, sendo que o banco receberá a documentação técnica de pré-qualificação de interessados até às 17 horas do dia 4 de outubro.

Nos segmentos de crédito bancário, as startups terão que ser capazes de fornecer soluções inovadoras nas áreas de concessão e intermediação de crédito para micro, pequenas, médias, grades empresas e produtores rurais. E, nas áreas de suporte à operacionalização do crédito, o trabalho deve se concentrar nas áreas de confecção, atualização e análise cadastral, análise de risco, concessão de limite de crédito e análise socioambiental.

Quanto às áreas de acompanhamento do crédito, o banco tem interesse em mecanismos inteligentes de sensoriamento remoto, soluções que possibilitem a autocomprovação e que otimizem a fiscalização de operações com recursos controlados. Nas áreas de desenvolvimento de cadeia de negócios, as soluções serão para a intermediação de negócios (Marketplace).

A retirada do edital deve ser feita na sede do Banco da Amazônia, na Presidente Vargas, 800, no bairro da Campina, em Belém do Pará, de 8h30 às 13 horas, na Gerência Executiva de Patrimônio, Logística, Contratações e Gestão de Contratos (GEPAC). O edital também pode ser obtido na Internet na página www.bancoamazonia.com.br<http://www.bancoamazonia.com.br>. As dúvidas sobre o processo podem ser encaminhadas à Comissão de Pré-Qualificação pelo e-mail licitacoes@bancoamazonia.com.br, até às 18 horas do dia 1º de outubro. A abertura dos envelopes será feita no dia 5 de outubro, às 9 horas, na Sala de Licitações do Banco da Amazônia.  

Por: Redação

Tags: Banco da Amazônia, Startups