Polí­cia

Foto: Divulgação

Uma ação de combate à criminalidade, deflagrada por policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Delegacia de Repressão a Roubos (DRR), ambas de Araguaína, resultou na prisão de Célio B. C., vulgo “Espoca”. Ele é suspeito de ser o mandante de um homicídio, ocorrido no dia 18 de agosto do corrente ano e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, quando se encontrava em uma residência, localizada em uma invasão, próximo ao loteamento presidente Lula, em Araguaína.

Conforme apontaram às investigações da Polícia Civil, “Espoca” foi o mandante do homicídio de Antônio Rodrigo de Oliveira, 25, vulgo “Chambari”, fato ocorrido no dia 16/08/18, em uma adega localizada na Rua Caramuru, Setor Eldorado, quando dois indivíduos chegaram ao local em um veículo e dispararam contra três vítimas, sendo que duas delas sobreviveram ao ataque.

Um dos suspeitos pela execução, Joelson C. de S., também conhecido como “Nenê Bala” já havia sido preso pela DHPP durante a “Operação Choque de Ordem”, deflagrada em Araguaína, no dia 24 de agosto, em resposta à onda de violência na semana anterior.

Dessa maneira, Célio B. foi conduzido à Central de Flagrantes da Polícia Civil e após a realização das providências legais cabíveis, foi recolhido à Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

A Polícia Civil intensificou as investigações no sentido de localizar o paradeiro e efetuar a prisão do último coautor do crime, que se encontra foragido e poderá ser preso a qualquer momento.

Por: Redação

Tags: DHPP, Homicídio, Polícia, Polícia Civil