Estado

O projeto Nossa Energia, da Energisa, segue levando informações sobre o uso eficiente e seguro de energia, cadastrando clientes que se enquadram na Tarifa Social e realizando a troca de lâmpadas comuns por LED, em todo o Tocantins. Nesta terça-feira, 18/9, é a vez de Gurupi, na região sul do Estado, receber o projeto e o cadastro da Tarifa Social que dá desconto de 10% a 65% na conta de luz, dependendo da faixa de consumo. O Nossa Energia receberá os clientes da Energisa na Praça Santo Antônio, próximo à Prefeitura Municipal. O projeto fica três dias em Gurupi (18 a 20/9) e de lá segue para Araguaína (25 a 28/9).

O caminhão é equipado com experimentos com energia elétrica e espaço para a realização de palestras educativas sobre o uso seguro e eficiente de energia elétrica. Nos municípios visitados, os estudantes locais são convidados a participar da palestra com dicas de economia de energia e orientações de segurança. 

Cerca de 120 mil unidades consumidoras localizadas nos 139 municípios atendidos pela Energisa Tocantins são beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), sendo que cerca de 13 mil foram cadastradas em 2018. Só este ano, a concessionária já substituiu mais 36 mil lâmpadas, e até o final deste ano deve trocar mais 27 mil.

Durante a visita aos municípios, a equipe do Nossa Energia irá às residências fazendo o cadastramento dos clientes que se enquadram na Tarifa Social, além de orientar sobre os critérios do benefício. Também serão feitas trocas de lâmpadas para clientes cadastrados no benefício. O cadastro pode ser feito ainda nas Agências de Atendimento ou Call Center da empresa.

Tarifa Social

A Tarifa Social de Energia Elétrica é concedida para quem está no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional, indígenas e quilombolas. Famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal de até três salários mínimos – que tenham portador de doença ou deficiência cujo tratamento necessite de aparelhos que demandem energia – ou ainda que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social também têm direito.

Quem atende a estes critérios deve procurar a Energisa e apresentar: Número de Identificação Social (NIS) atualizado ou Número do Benefício, além de documentos de identificação pessoal: RG e CPF, e ainda Número da Unidade Consumidora (UC).

No caminhão o cliente também será orientado sobre o uso eficiente e seguro de energia elétrica, de forma lúdica com experimentos e palestras educativas.

Por: Redação

Tags: Energisa, Tarifa Social