Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Lajeado, efetuou na tarde desta última quinta-feira (11), a prisão de Luís E. H., de 45 anos. Ele é acusado da prática de homicídio, no de 2000, na cidade de Várzea Nova/BA e foi capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, proveniente da Comarca de Jacobina/BA.

Conforme o delegado regional Clecyws Antônio de Castro Alves, após o recebimento de informações de que um foragido da justiça da Bahia, acusado de homicídio, estaria morando em Lajeado, uma equipe de policiais civis da Delegacia daquele município deu inícios às investigações e conseguiu localizar o paradeiro do indivíduo, constatando as informações que constavam em um mandado de prisão preventiva oriundo da Bahia.

Com a ordem judicial em mãos, os policiais civis foram até a residência ocupada por Luís Enoque e efetuaram sua prisão. 

Após a realização das providências legais cabíveis, o indivíduo foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Miracema, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário da Comarca de Jacobina/BA, cidade para onde deve ser recambiado a fim de que responda as acusações que lhes são imputadas.

O crime

Segundo a denúncia do Ministério Público da Bahia, no dia 2 de abril de 2000, a vítima Deusdete Olímpio de Amorim, que, na época do crime, tinha 64 anos de idade, entrou no bar de propriedade de Luís Enoque, localizado no povoado de Tábua, zona rural de Várzea Nova, e pediu para que um conhecido, que também se encontrava no bar, pagasse-lhe uma dose de pinga. O pedido foi aceito, sendo que ao servir a bebida, Luís Enoque não teria enchido o copo de Deusdete por completo, o que fez com que este xingasse o autor de vagabundo. Nesse momento, Luís Enoque sacou um revólver calibre 38 e efetuou três disparos de arma de fogo contra o idoso, que veio a óbito no local. 

Após cometer o crime, Luís Enoque fugiu tomando rumo ignorado, até se estabelecer em Lajeado, onde levava uma vida normal, sendo que há 18 anos era considerado foragido da Justiça. Todavia, nesta quinta-feira, ele foi preso pela Polícia Civil do Tocantins.