Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Saúde

Foto: Divulgação Atividades foram iniciadas na UBS José Ronaldo Pereira, onde uma palestra reforçou a importância da prevenção Atividades foram iniciadas na UBS José Ronaldo Pereira, onde uma palestra reforçou a importância da prevenção

A Prefeitura de Araguaína, por meio da Vigilância Epidemiológica e Atenção Básica realiza de hoje, 16, até sexta-feira, 19, a Semana de combate à Sífilis, em comemoração ao Dia Nacional de combate à doença, celebrado em todo país, no terceiro sábado do mês de outubro. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Município, serão realizadas palestras educativas e testes rápidos gratuitos para detecção da doença.

As atividades foram iniciadas na UBS José Ronaldo Pereira, do Setor Dom Orione, onde uma palestra reforçou a importância da prevenção. “Recomendamos que toda a população, ao manter contatos sexuais, estejam conscientes e se protejam fazendo uso do preservativo. Se ocorrer algum descuido, é fundamental que uma UBS seja procurada o quanto antes para realização do teste”, destacou a coordenadora do programa de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), da Secretaria Municipal da Saúde, Mariane Freitas.

Em Araguaína, o IST/Aids desenvolve um trabalho intenso de educação preventiva, além da realização de exames ou testes gratuitos a toda a população em 19 UBS da cidade.

Dados da doença

De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica e Atenção Básica, em 2017, de janeiro a dezembro, foram 179 novos casos de Sífilis registrados em Araguaína. Do total, 52 foram de sífilis congênita (passada de mãe para filho), 44 gestantes confirmadas e 83 pessoas com a doença adquirida.

Esse ano, de janeiro até o final de setembro, já foram 159 novos casos de Sífilis registrados, sendo 40 de sífilis congênita, 57 gestantes confirmadas e 62 pessoas com sífilis adquirida, indicativos que alertam para um aumento de casos, principalmente em grávidas.

“Precisamos destacar que a procura pelo teste de triagem rápida aumentou e por isso também cresce a quantidade de confirmações da doença, mas não podemos negar a preocupação, uma vez que os números relevam que ainda é preciso mais atenção da população e principalmente cuidados preventivos”, afirmou Mariane Freitas.

O teste de triagem de sífilis disponibilizado gratuitamente nas UBS, é simples e bastam apenas 20 minutos para que o paciente já tenha o resultado.