Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Campo

Foto: José Veloso

A situação atual do controle da raiva dos herbívoros (bovídeos, equídeos, ovinos e caprinos), que tem apresentando excelentes resultados no Estado será apresentada aos estudantes durante a III Jornada Acadêmica do Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), nesta quarta-feira, 24. O palestrante, responsável pelo Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros, José Emerson Cavalcante, abordará as principais ações desenvolvidas para o controle da doença.

“O encontro é uma grande oportunidade de instigarmos formadores de opinião, para que possamos avançar ainda mais no Programa Sanitário. Essa educação sanitária faz parte das nossas atividades também no campo e tem colaborado com a conscientização de toda a cadeia produtiva”, avalia José Emerson.

Entre os principais assuntos a serem abordados estão: formas de prevenção da doença, o controle dos morcegos hematófagos (principal transmissor da raiva na zona rural), monitoramento de abrigos dessas espécies, o ciclo rural e urbano da doença, entre outros.

Dados

De janeiro a setembro, equipes da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) já visitaram 322 propriedades rurais em todo o Estado, localizadas em 88 municípios. Ao todo foram capturados 1.643 morcegos hematófagos. Destes, 10% são enviados ao laboratório para verificação do vírus rábico. Os demais recebem uma pasta vampiricida no dorso e são soltos, ao voltar para o abrigo, eles têm o hábito de se lamberem o que resulta na eliminação de 15 a 20 outros morcegos desta espécie.