Estado

Foto: Divulgação/Setur

Foto: Divulgação/Setur

Considerada uma das feiras mais importantes para divulgar o turismo brasileiro, em especial o ecoturismo amazônico, inicia nesta quinta-feira,15, e segue até o dia 18 de junho, no Hangar – Convenções e Feiras, em Belém do Pará, a 11ª Feira Internacional do Turismo da Amazônia (FITA), que nesta edição, traz como tema central: “Turismo e Bioeconomia, um novo paradigma para Amazônia”. O evento é uma realização e promoção da Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur).

A Secretaria Estadual do Turismo do Tocantins (Setur) marca presença no evento e apresentará durante a Fita os roteiros turísticos do Estado, no estande Rotas Amazônicas Integradas (RAI). O Governo do Tocantins está sendo representado pela superintendente do Turismo, Fernanda Tainã.

De acordo com superintendente da Setur Tocantins, as ideias levantadas na feira serão de grande valia e contribuem para reforçar o desenvolvimento dos projetos e ações do turismo tocantinense. “Na Fita, o Estado do Tocantins apresenta as paisagens e beleza ímpar do paraíso localizado no coração do Brasil, que reúne particularidades da biodiversidade da Amazônia, além das riquezas do Cerrado”, enfatizou Tainã.

A Fita tem como objetivo ser o maior evento de receptivo turístico internacional na região amazônica, reunindo outros estados brasileiros e representantes de países vizinhos na chamada Amazônia Internacional. A cada ano, a feira costuma reunir agentes de viagem, rede hoteleira, operadores de turismo, empresas de transporte aéreo, rodoviário, fluvial e marítimo, jornalistas especializados no setor, órgãos oficiais de turismo; prefeituras municipais do Pará; associações de municípios; instâncias regionais de governança, comerciantes de artesanato e empresários do ramo da alimentação e bebidas.

Ao longo dos dias de evento, expositores e palestrantes vão debater propostas e soluções sobre como o Turismo pode estimular a região de maneira inovadora e ser um elemento fundamental para a consolidação de uma bioeconomia amazônica, a partir da floresta em pé, da preservação dos rios, da valorização do conhecimento ancestral e do modo de vida das comunidades tradicionais.

A Fita 2023 vai contar com mais de 100 estandes, entre eles os expositores do Feirão do Turismo – que vai promover negócios e a comercialização de pacotes em plena feira, espaço Cozinha-Show, espaço destinado à produção associada ao turismo, com pequenos produtores e artesãos, além de praça de alimentação. A feira terá ainda programação técnico-científica com workshops, painéis de debates, capacitações, rodadas de negócios com agentes de viagens e operadores, palestras-show, viagem de familiarização do destino com operadores de viagens e atrações culturais.

Para o secretário do Turismo, Hercy Filho, a participação do Tocantins no evento é de grande relevância para os Estados que compõem a Amazônia e integram a RAI. “ O Tocantins é privilegiado por compor os biomas Amazônia e cerrado, essa diversidade é um ponto importante para ser mostrado na feira e para o fortalecimento do turismo sustentável”, considerou, ressaltando que a Fita contribui para imprimir o destino Tocantins no cenário nacional e internacional da Pan-Amazônia.