Educação

Foto: Marcio Vieira

Foto: Marcio Vieira

Como parte das estratégias do Programa de Fortalecimento da Educação (Profe), o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), lançou o IDEB Mais, um programa de bonificação anual de incentivo aos profissionais da Educação. O lançamento ocorreu nessa quinta-feira, 27, em evento de formação de gestores educacionais na Escola Estadual Professora Elizângela Glória Cardoso, em Palmas.

Serão bonificados pelo programa IDEB Mais servidores de 39 unidades de ensino, sendo três de cada Superintendência Regional de Educação (SRE), distribuídos da seguinte forma: 1º lugar - 100% do salário base de cada servidor; 2º lugar - 50% do salário base de cada servidor; 3º lugar - 25% do salário base de cada servidor.

O valor da bonificação terá como referência a remuneração do servidor no mês de divulgação dos resultados oficiais e serão pagos no mês subsequente. As três primeiras colocadas em cada SRE serão avaliadas pelo resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), proficiência, evasão escolar, reprovação, participação nas avaliações externas e aprovação.

O edital do programa, com os critérios e demais especificações, será divulgado na próxima semana. Além deste edital de premiação de bonificação, o Profe atua em outras frentes visando alcançar melhores resultados educacionais, com ações efetivas que incluem investimentos em infraestrutura, formação e valorização de profissionais, e uma educação tecnológica, inovadora e inclusiva.

Gestores

No lançamento do IDEB Mais, o secretário da Educação, Fábio Vaz, frisou a importância dos gestores na melhoria dos índices. Ele ressaltou que o resultado do Ideb é fruto do trabalho conjunto em prol da melhoria da educação, e o gestor escolar tem o papel de mobilizador, pois a partir do engajamento da equipe escolar e da escolha das estratégias de trabalho adequadas será possível alcançar os melhores resultados. 

“A Educação Transforma, e é por isso que estamos aqui hoje. Esse é o meu propósito, trabalhar para mudar positivamente a vida das pessoas.  Todos nós somos a educação do Tocantins. Somos a força mais poderosa de mudança na vida de uma pessoa. Trabalhando juntos, no mesmo propósito, para o mesmo fim, nós vamos conseguir fortalecer a educação e transformar milhares de vidas no nosso Estado”.

Os critérios do IDEB Mais foram explicados pela superintendente de Educação Básica da Seduc, Celestina Souza. “Nosso termômetro será os diagnósticos que irão considerar as avaliações, como Ideb, um indicador que avalia a qualidade do ensino nas escolas públicas. Além disso, será considerado ainda a proficiência, a evasão escolar, a reprovação, a participação nas avaliações externas e aprovação”.

O secretário Executivo da Seduc, Edinho Fernandes, falou sobre a gestão da Educação sob o comando do secretário Fábio Vaz, com a valorização de servidores, melhorias na infraestrutura, no pedagógico e nos equipamentos tecnológicos entregues nas unidades escolares da rede estadual. “O IDEB Mais não é apenas uma bonificação, é uma ação de fortalecimento da aprendizagem, que faz parte de um pacote maior, o Profe, que representa o nosso compromisso com a educação do Tocantins”, completou.

Líderes educacionais

Participam do evento, que prossegue até esta sexta-feira, cerca de 350 gestores das unidades de ensino do Tocantins. A diretora da Escola Estadual Professora Zumira Magalhães, do distrito de Canabrava, Zona Rural de Arraias, professora Lívia Andreia Farias Lima, falou sobre a importância de participar da formação. “Estamos participando para que a gente possa melhorar as nossas metodologias, com objetivo de aumentar o nosso índice do Ideb. Uma melhor nota no Ideb significa valorização, reconhecimento da comunidade e da escola, valorização pelo trabalho realizado na escola, valorização dos funcionários e motivação dos alunos”.

Da SRE de Pedro Afonso, a diretora do Colégio Girassol de tempo integral Santa Maria, de Santa Maria do Tocantins, Dilma Alencar, ressaltou que a formação irá tratar sobre o plano de ação para melhorar a nota no Ideb.  “Nós precisamos desse plano de ação, dessas ideias, dessas ações para que a gente possa fortalecer a equipe e obter um bom resultado. É importante a gente entender o que a Seduc está fazendo nesse momento, com relação à inovação tecnológica, valorização profissional, na questão da aprendizagem dos alunos e formação continuada. Por isso esse momento é tão importante para as escolas estaduais”.

Para o diretor do Colégio estadual Alfredo Nasser, de Porto Alegre do Tocantins, SRE Dianópolis, Arlindo Fernandes Neto, o evento é importante porque quando se trata de resultado educacional não tem como fugir dos indicadores a nível nacional, que é o caso do Ideb. “É um indicador que envolve todo um contexto educacional, desde a avaliação de aprendizagem, questão da evasão e repetência”.