Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil realiza nesta segunda-feira, 26, a Operação Jogo Limpo, que tem como objetivo desarticular uma suposta quadrilha de lavagem de dinheiro através de entidades sem fins lucrativos e empresas fantasmas.

O foco da primeira fase da operação é a atuação desta organização criminosa na Fundação Municipal do Esporte e Lazer da Prefeitura de Palmas (Fundesportes.) A suspeita é de que associações e federações esportivas tenham sido utilizadas, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) para desviar recursos públicos por meio de repasses de subvenções sociais para o esporte e lazer.

A operação da Polícia Civil conta com 100 policiais civis que cumprem 24 mandados de prisão temporária e 33 de busca e apreensão em Palmas e também no interior do Estado.

Segundo a SSP, o desvio de dinheiro público é milionário. A fraude teria sido cometida por 10 empresas, federações esportivas e ONG's

Neste momento a Polícia Civil ainda realiza diligência na sede da Fundesportes em Palmas. Objetos apreendidos e pessoas conduzidas serão encaminhados à sede das Delegacias Especializadas na capital.

O Conexão Tocantins solicitou informações à prefeitura de Palmas e aguarda um posicionamento a respeito da operação. As informações serão atualizadas em breve. (Atualizado às 10h06)