Polí­tica

Foto: Divulgação

Cinco vereadores devem abrir mão das camionetes Fiat Toro alugadas pela Câmara de Palmas/TO e entregues aos mesmos na última sexta-feira, 2 de março, ao custo de R$ 2.210.400,00 por 18 meses de locação, sendo que o valor previsto inicialmente no edital é de R$ 3.816.000,00 (Três milhões oitocentos e dezesseis mil reais).

O vereador Moisemar Marinho (PDT) encaminhou nota ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 5, onde afirma que não fará uso do veículo Fiat Toro alugado pela Câmara. O parlamentar esclareceu que o carro que foi entregue, em razão da licitação, ao seu gabinete não será utilizado e explicou que não assinou nenhum documento oficial recebendo o veículo.

"Farei o possível para esclarecer quaisquer dúvidas na locação destes veículos", afirma Marinho. O parlamentar lembra ainda que os carros foram locados e não comprados para os vereadores e ainda são livres de manutenção e revisão.

Os vereador Lúcio Campelo (PR,) disse que não recebeu o veículo. “Acho que não tem necessidade de ostentar, porque este é um carro caro. Nós precisamos sim de veículos, para a atividade parlamentar, mas na minha opinião poderia ser um veículo mais simples", declarou o vereador.

O vereador Leo Barbosa (SD), vice-presidente da Câmara, também informou, através de sua rede social, que abriu mão dos veículos a que teria direito. Segundo o parlamentar, as atividades e compromissos com a população palmense continuarão a ser desenvolvidas com veículo custeado por ele. O parlamentar informou que até o momento foi repassado ao seu gabinete o documento de entrega do veículo modelo Toro e o processo de dispensa já foi encaminhado à presidência da Casa. Quanto ao veículo modelo Argo também da marca Fiat, o vereador informou que não foi entregue, mas o seu recebimento também será recusado.

Quem também teria abrido mão do benefício é o vereador Etinho Nordeste (PTB.) Entramos em contato por telefone com o gabinete do vereador e fomos informados pela assessoria de comunicação do parlamentar de que Etinho não irá se pronunciar por telefone e está preparando uma nota oficial que será encaminhada à imprensa.

Júnior Geo (PROS) também teria renunciado ao uso das camionetes. O Conexão Tocantins entrou em contato com a assessoria do parlamentar que informou que encaminharia nota por e-mail. 

Já a vereadora Vanda Monteiro (PSL), outra que possivelmente não receberia os veículos, não atendeu as ligações do Conexão Tocantins.

O espaço do Conexão Tocantins continua aberto para posicionamento dos parlamentares.

Solicitamos ainda informações à Câmara Municipal de Palmas sobre o que será feito com os veículos que não serão usados pelos vereadores que abriram mão do direito. Estamos aguardando um posicionamento da casa.

Entenda

Na última sexta-feira, 2, o Conexão Tocantins flagrou uma frota de carros zero quilômetros destinados aos vereadores da capital. Os veículos são do modelo Toro da marca Fiat, avaliados em cerca de R$ 100 mil.

Em consulta à licitação verificou-se que os veículos foram alugados pela Câmara Municipal de Palmas através de licitação na modalidade pregão presencial de registro de preço do tipo menor preço. Além das camionetes Toro, o edital também visava contratar empresa para locar carros utilitários de passeio. Destinando, desta forma, 2 veículos para cada vereador.

O valor previsto inicialmente no edital é de R$ 3.816.000,00 (Três milhões oitocentos e dezesseis mil reais) por 18 meses de aluguel. Entretanto, após a notícia, a Câmara divulgou  nota informando que os valores com aluguel de veículos são menores do que os que foram divulgados.

Cada veículo modelo pick-up foi locado no valor de R$ 3.490,00 unitário ao mês, já o veículo passeio locado no valor R$ 2.650,00 unitário ao mês. O valor total já contratado para o uso dos veículos por 18 meses é de R$ 2.210.400,00. (Atualizada às 17h10)