Polí­cia

Foto: Divulgação

Encontram-se recolhidos na carceragem da Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), Aquiles dos S. A. J. e Valdeir A. L. Eles são suspeitos de assassinar um adolescente, de 17 anos, no ano de 2016 e foram capturados por policiais civis da Delegacia da Criança e do Adolescente de Araguaína, (DECA), sob a coordenação dos delegados Cinthia Miura e Amauri Marinho, mediante cumprimento a mandados de prisões temporárias.

De acordo com o delegado regional Bruno Boaventura, o fato delituoso foi noticiado, no dia 16/05/2016 na DECA e, de imediato, as investigações foram iniciadas no sentido de desvendar a autoria do crime e prender os responsáveis. Após algum tempo de investigação, os policiais civis descobriram fortes indícios que apontavam para Aquiles e Valdeir como sendo os autores do crime.

Desta maneira, os delegados responsáveis pelo caso, representaram, junto ao Poder Judiciário, pela prisão temporária dos dois indivíduos, as quais foram concedidas e cumpridas, nesta terça-feira. No momento da prisão, o investigado Aquiles portava um revólver calibre .38 e, desta maneira, também foi autuado em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo.

O inquérito policial está em andamento e caminha para sua fase final. Aquiles e Valdeir permanecerão na CPPA, à disposição do Poder Judiciário. As investigações que resultaram nas prisões dos dois homens também contaram com o apoio de policiais civis da Delegacia de Homicídios e proteção a Pessoas (DHPP).

Por fim, os delegados da Deca informam que qualquer informação relacionada ao fato pode ser fornecida pelo número 197, bem como pode ser comunicada diretamente na Deca-Araguaína, a qual fica localizada no complexo de Delegacias localizado na Avenida Filadélfia.