Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante os meses de maio e junho, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) terá 30 sessões ordinárias para atender a Resolução nº 410, de 24 de abril de 2018, estabelecida pelo presidente da Corte, desembargador Marco Antony Villas Boas, em observância a decisão proferida pelo Tribunal Superior Eleitoral, no Recurso Ordinário que cassou os mandatos de Marcelo Miranda e Claudia Lelis, então governador e vice do Tocantins.

As sessões ordinárias visam atender aos prazos que constam no calendário para a Eleição Suplementar, Resolução 405 e ainda a necessidade de acolher a demanda da prestação jurisdicional com relação ao Pleito, que acontecerá no dia 3 de junho, no Tocantins.

Sessões

Serão realizadas 15 sessões em maio e mais 15 em junho, onde deverão ser analisados os recursos relativos aos registros de candidatura, propaganda eleitoral, prestação de contas e demais processos ligados às Eleições Suplementares. Clique aqui para conferir o calendário das sessões.

As sessões poderão ser acompanhadas pelo youtube, no canal: justicaeleitoralto.