Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­tica

Foto: Lucas Nascimento

Foi instalada na manhã desta quarta-feira (9/5) a Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica, na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), que realizará no dia da Eleição Suplementar, a auditoria por amostragem sobre o funcionamento da urna eletrônica para a verificação em condições normais de uso.

O presidente do tribunal, desembargador Marco Antony Villa Boas, participou da instalação da Comissão e ressaltou que a auditoria refletirá o que de fato acontece no dia da eleição, por meio da simulação do funcionamento das urnas eletrônicas que serão sorteadas. “Queremos dar a maior transparência possível a essa auditoria, por isso os trabalhos são públicos, podendo ser acompanhados por qualquer pessoa”, garantiu.

Procedimentos

Sobre os procedimentos realizados para a auditoria, o presidente da Comissão, juiz Marcelo Faccioni, explicou que serão sorteadas três urnas eletrônicas de forma aleatória um dia antes da eleição, sendo uma na capital, Palmas.

“Convidamos o Ministério Público, a OAB, os partidos políticos, candidatos e a sociedade de um modo geral para participar. Nós vamos fazer a coleta de cédulas de votação em papel, em algumas escolas, como se fosse a própria votação, em seguida serão inseridas em uma urna lacrada e ficam guardadas até o dia da eleição. Esses votos vão ser inseridos nas urnas eletrônicas sorteadas, e dessa forma podemos comprovar que os votos inseridos nas urnas eletrônicas terão o mesmo resultado das cédulas de papel, assim demostramos o funcionamento eficaz e seguro da votação”, avaliou o juiz Faccioni.

Comissão

A Comissão será presidida pelo juiz de direito Marcelo Faccione, tendo como integrantes os servidores representantes da Secretaria de Tecnologia da Informação, Fernando Jorge Ebrahim Lima e Silva, titular, e Valdenir Borges Júnior, suplente; representante da Secretaria Judiciária, Maria Zita Rodrigues Vilela Dias, titular, e Aimone Márcio De Moraes Bandeira, suplente; representante da Secretaria de Gestão de Pessoas, Kathiene Pimentel Da Silva, titular, e Elisângela Dias Nascimento, suplente; representante da Corregedoria Regional Eleitoral: Josué Batista de Oliveira, titular, e Ivana Aparecida Rosa Leão Rezende, suplente.

Acompanhamento dos trabalhos 

Os partidos políticos, as coligações, a Ordem dos Advogados do Brasil, o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal, a Controladoria-Geral da União, o Departamento da Polícia Federal, a Sociedade Brasileira de Computação, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e os departamentos de Tecnologia da Informação de universidades poderão indicar representantes para acompanhar os trabalhos da Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica.

Cronograma de atividades

·         Preenchimento e recolhimento das cédulas pelos partidos e coligações – período de 21 a 25 de maio (ainda serão definidas as escolas que irão participar)

·         Montagem do ambiente –  1º de junho

·         Treinamento com equipe de apoio –  1º de junho

·         Sorteio das Urnas Eletrônicas a serem auditadas – 2 de junho

·         Recolhimento das Urnas Eletrônica sorteadas que serão auditadas –  2 de junho

·         Realização da auditoria –  3 de junho  –  7h às 17h

·         Encerramento da Auditoria  – 3 de junho  – a partir das 17h