Polí­tica

Foto: Ademir dos Anjos

A senadora Kátia Abreu (PDT), candidata a governadora do Tocantins na eleição suplementar do dia 3 de junho, afirmou durante reunião com a população de Ananás,  no norte do Estado,  nesta quarta-feira, 9, que metade do Tocantins está abaixo da linha de pobreza "e essa situação não pode continuar”, alertou.  Kátia falou em prioridades e necessidades urgentes da população tocantinense.

Ela se referia aos 850 mil tocantinenses que, de acordo com dados do Banco Mundial,  se encontram abaixo da linha de pobreza sendo que, desses, cerca de 200 mi encontram-se em extrema pobreza. “Essas pessoas estão passando fome. Isso não pode continuar assim", afirmou a candidata.

"Não adianta fazer obra de concreto, de cimento, de asfalto, se o governo não cuidar das pessoas e eu não vou deixar esse povo ficar a vida toda nessa pobreza”, pontuou Kátia.

A candidata pontuou ainda que uma das prioridades de seu governo será desenvolver a agricultura familiar, que representa 90% do agronegócio no Estado mas não tem incentivo. Kátia falou sobre como mudar isso garantiu criar “o maior programa de agricultura familiar desse país”.

Emendas

Kátia Abreu lembrou de sua emendas parlamentares que levaram recursos a Ananás, como R$ 500 mil para construção e reforma do hospital local; R$ 440 mil para equipar o hospital e mais R$ 138 mil para a Unidade Básica de Saúde.

Por: Redação

Tags: Eleição Suplementar, Kátia Abreu