Estado

Foto: Divulgação Márcio da Silveira, explicou que esse é o momento para que todos os pesquisadores possam mostrar a união da classe Márcio da Silveira, explicou que esse é o momento para que todos os pesquisadores possam mostrar a união da classe

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt) realiza nesta quarta-feira, 23, um encontro com pesquisadores do estado, a reunião tem como tema: “Novas oportunidades e perspectivas para o desenvolvimento científico e tecnológico do estado do Tocantins”. O evento acontecerá no auditório do Palácio Araguaia, às 14h30.

A iniciativa tem como público alvo, pesquisadores e professores das instituições de ensino e pesquisa de todo o estado e visa divulgar as ações imediatas da Fapt e da Superintendência de Ciência e Tecnologia.

Dentre os objetivos e metas da Fapt após a estabilidade das contas do governo do estado está à busca da destinação de 0,5% do PIB para as ações de ciência, tecnologia e inovação, ambos do Fundo Constitucional.

O professor e presidente da Fundação, Márcio da Silveira, explicou que esse é o momento para que todos os pesquisadores possam mostrar a união da classe e também apresentar as suas demandas. “O nosso objetivo frente à Fapt é fomentar projetos, que foquem no avanço e na aplicação do conhecimento científico e tecnológico, além disso, valorizar a formação e o aperfeiçoamento dos pesquisadores, para que a ciência, a tecnologia e a inovação sejam vetores de desenvolvimento para o estado”, afirmou o professor.  

Durante o evento acontecerá também a posse dos novos conselheiros da ciência e tecnologia no Tocantins. Os conselheiros são representantes do poder executivo e de instituições do sistema estadual de ciência e tecnologia do Tocantins.

Programas

O lançamento do Programa de Estruturação do Sistema Estadual de Pesquisa irá beneficiar cerca de 300 pesquisadores de instituições como a Unitins, UFT e Unirg. Haverá também a entrega de um caminhão para o Centro de Pesquisa Agropecuária da Universidade do Tocantins (Unitins-Agro), além disso, a autorização da licitação para a conclusão do Laboratório de Referência Animal (Lara).

Haverá também o anúncio da liberação dos recursos para os pesquisadores do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS). Para as áreas de gestão em saúde, educação em saúde, epidemiologia e vigilância em saúde, sangue e hemoderivados e assistência em saúde.

E o anúncio da abertura de sete editais em parceria com a Fapt/Capes com recurso de um milhão de reais. 

E a autorização de processo licitatório para reformar seis associações rurais do sudeste do Estado do Tocantins. Sendo elas em Aurora do Tocantins (Associação comunidade Aurora); Arraias (Associação de pequenos produtores Santo Inácio); Combinado (Associação de Pequenos produtores de combinado); Lavandeira (Associação Plano Alto); Ponte Alta do Bom Jesus (Associação de Produtores de Caprinos e Ovinos); Dianópolis (Associação Corrente).