Polí­tica

Foto: Ademir dos Anjos No que diz respeito à segurança pública, Kátia garantiu aumentar em 50% o número de policiais nas ruas No que diz respeito à segurança pública, Kátia garantiu aumentar em 50% o número de policiais nas ruas

A candidata pela coligação Reconstruindo o Tocantins Kátia Abreu (PDT), em entrevista à TVE (Fundação RedeSat), nesta terça-feira, 29, em Palmas, disse estar preparada para resolver os problemas do estado e que seu governo “não envergonhará os tocantinenses”.

Kátia Abreu respondeu perguntas relacionadas à saúde, educação, infraestrutura, segurança-pública e sobre a digitalização da TVE.

Com relação à saúde, ela garantiu pagar produtividade aos médicos para zerar a fila de espera por cirurgias e resolver o caos do setor. “Vamos resolver os problemas de exames, das consultas, do tratamento. Cortar desperdício, cortar a corrupção que está desenfreada na saúde e quitar as dívidas com os fornecedores. Somos péssimos compradores, somos péssimos pagadores, temos que mudar essa lógica. O estado está precisando de capacidade administrativa, de quem tem experiência, pulso firme e honestidade”, afirmou Kátia Abreu.

Quando questionada sobre como melhorar a nota do IDB, a candidata disse que para melhorar o índice do IDB é necessário observar e seguir rigorosamente o Plano Nacional de Educação. “Se cumprir todo o Plano a nota vai se elevar. Não podemos esquecer do salário dos nossos professores, assim que a saúde financeira do estado estiver equilibrada, vamos promover o salário dos professores. Não é para bajular, mas reconhecer seu trabalho, cumprir o Plano Nacional com mais rigor”, afirmou, anunciando outras medidas para garantir a permanência do jovem na escola até concluir o Ensino Superior. “Duas refeições diárias nas escolas, poupança jovem e bolsa universitária”.  

No que diz respeito à segurança pública, Kátia garantiu aumentar em 50% o número de policiais nas ruas. “Vamos fazer o banco de horas, os policiais trabalham 12 horas e folgam 36, eu vou comprar essas horas daqueles que quiserem vendê-las. Vamos aumentar em mais de 50% o número de policiais nas ruas. Hoje 46 cidades não têm sequer um policial militar e não vamos permitir esse abandono no Estado”, disse.

Ao ser questionada sobre o setor de infraestrutura, especificamente sobre a construção da Ponte de Porto Nacional, a candidata disse, “não farei mais nenhum lançamento de pedra fundamental, nós vamos inaugurar a Ponte de Porto Nacional”. Segundo ela, o Partido Republicano do candidato Vicentinho Alves, manda no Ministério de Transporte há mais de 20 anos e “ele próprio lançou a pedra fundamental da ponte quadro vezes”, informou.  Além disso, afirmou que fará 2 mil e 180 quilômetros de asfalto no estado.

Quanto ao sinal digital da TVE, ela disse que tem conhecimento de um processo de licitação e que a comunicação é fundamental e importante para resolver as prioridades máximas do estado: educação, saúde, segurança, pública e recuperação das estradas. 

Agenda

Pela manhã, Kátia Abreu visitou comerciantes da Avenida Tocantins, em Taquaralto. Falou sobre a eleição do próximo domingo e apresentou as propostas de seu plano de governo para o setor. A candidata ainda tem agenda nas cidades de Alvorada, Formoso do Araguaia e Gurupi.

Por: Redação

Tags: Eleição Suplementar, Kátia Abreu, PDT, Redesat