Polí­tica

Foto: Ademir dos Anjos Na tarde desta sexta-feira a candidata segue cumprindo agenda de campanha na Região Sul do Estado Na tarde desta sexta-feira a candidata segue cumprindo agenda de campanha na Região Sul do Estado

Durante visita à Quadra da 1206 Sul, na manhã desta sexta-feira, 1º, a candidata ao Governo do Estado, Kátia Abreu (PDT), recebeu diversas queixas. Uma delas é a do comerciante Moisés Martins, que critica a carga tributária cobrada. “Vivemos uma situação perversa com uma carga tributária que nos obriga a reduzir a margem de lucros para atrair clientes e a vivermos sempre endividados, porque não conseguimos pagar todos os impostos. Infelizmente o Estado penaliza quem trabalha”.

Bem recebida pelos comerciantes, Kátia Abreu pediu votos e falou de suas propostas de eliminar a complementação de alíquota que sufoca o empreendedorismo. “Isso é um absurdo que só existe no Tocantins e em outro estado brasileiro. Vou acabar com esse imposto no meu primeiro dia de governo”, garantiu.

Aos Micros Empresários (ME) e Micros Empreendedores Individuais (MEI), a candidata assegurou que, eleita, implementará o sistema de microcrédito de até R$ 10 mil sem necessidade de avalista, bastando para consegui-lo que a pessoa comprove já ter comprado a crédito e pago as parcelas regularmente.

Kátia também visitou a horta comunitária da Quadra 1106 Sul, onde trinta famílias cultivam hortaliças e tiram dali seu sustento, e garantiu que vai apoiar e incentivar esse tipo de atividade, que terá seus produtos adquiridos pelo Estado para complementar a merenda escolar, a alimentação nos presídios situados em áreas urbanas e dos hospitais públicos. Na tarde desta sexta-feira a candidata segue cumprindo agenda de campanha na Região Sul do Estado.

Por: Redação

Tags: Eleição Suplementar, Kátia Abreu, PDT