Estado

Foto: José Neto/Maradona

Com o tema, Perspectivas e ações para o desenvolvimento cientifico e tecnológico para o Estado do Tocantins, será realizado nessa quinta-feira, 14, em Araguaína, no auditório da Universidade Federal do Tocantins (UFT), a partir das 9 horas, a reunião ampliada à comunidade científica da região norte. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden) e da Fundação de Amparo a Pesquisa (FAPT). O evento tem como finalidade pontuar as demandas, perspectiva e ações visando o desenvolvimento científico e tecnológico do Tocantins. O encontro com comunidade cientifica também ocorrerá entre os dias 20 e 21 de junho na cidade de Gurupi, a 180 km de Palmas, na região sul do Estado.

De acordo com superintendente de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia e presidente da FAPT, Marcio da Silveira, a reunião tem a ideia de construir as pautas e ações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2018, cujo tema “Ciência para a Redução das Desigualdades” diretamente relacionado aos objetivos do Desenvolvimento Sustentável estipulados pelas Nações Unidas, especificamente o de número 10, Redução das Desigualdades, além de divulgar as ações imediatas da FAPT e Superintendência de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Tocantins.

Durante o encontro com a comunidade científica da região norte do Tocantins, serão abordados assuntos relacionados às estratégias e ações para o fortalecimento da ciência, tecnologia e inovação para o Estado do Tocantins; Demandas para o fomento de projetos com foco no avanço e na aplicação do conhecimento científico e tecnológico para o Estado do Tocantins; Fortalecimento da FAPT e destinação de 0,5% do PIB do Estado para as ações de Ciência, Tecnologia e Inovação (Fundo Constitucional); Implementação do Marco Legal da Ciência e Tecnologia; e o planejamento para a realização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT/2018), dentre outros.

FAPT

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Tocantins (FAPT) é uma Fundação de direito público e tem a missão de integrar o sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação, além disso, realiza investimentos em programas e projetos de cunho científico e tecnológico, compreendendo em seu público alvo as instituições de ensino e centros de pesquisas nas esferas federal, estadual e municipal, sediados no Estado do Tocantins.