Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Palmas

Foto: Divulgação A reunião foi realizada nessa quinta-feira, 14 A reunião foi realizada nessa quinta-feira, 14

Os servidores Municipais de Palmas continuarão com jornada de trabalho reduzida até o dia 31 de julho. A demanda foi apresentada pelo Sisemp, através de ofício, na quarta-feira, 13, e aceita em reunião entre o presidente do Sindicato, Heguel Albuquerque, a diretora, Laura dos Anjos, e o secretário de governo, Eduardo Montoan nessa quinta-feira, 14.

Adotada como projeto piloto, a redução da jornada de trabalho até 31 de julho será utilizada para testes sobre a economia no período. Para tanto será feita comparação com o mesmo período de 2017.

Além da redução da carga horária, o sindicato tratou ainda do pagamento das progressões, bem como de outras demandas relativas à qualidade de vida do trabalhador. “Nós discutimos várias questões como a redução para seis horas, que deverá ser publicada no Diário Oficial ainda hoje, e deverá possibilitar a economia de recursos para o pagamento de direitos atrasados. A gente considera um momento interessante, porque restabelece o diálogo que não existia mais. Isso é importante tanto para a gestão, quanto para os servidores”, frisou Albuquerque.

O presidente ressaltou ainda que o sindicato vai trabalhar junto aos servidores para que a redução da jornada tenha resultados positivos, uma vez que melhora a qualidade de vida do servidor, refletindo no atendimento ao público.

“Nós solicitamos ainda para que avaliem o impacto financeiro para atualizar imediatamente a tabela das progressões atrasadas e verificar como é que fica para o pagamento do retroativo, e o incremento na saúde do trabalhador. Foi uma reunião produtiva, uma vez que já temos aí a redução da jornada para seis horas”, concluiu o presidente do Sisemp.