Saúde

Foto: Miriam Zomer/Agência AL

Na última sexta-feira, 22, encerrou-se o prazo para a vacinação contra a Influenza H1N1 e a boa notícia é que em Gurupi a Secretaria Municipal de Saúde ultrapassou a meta de 90% estabelecida pelo Ministério da Saúde.

Segundo a coordenadora de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, Flaviane Teles, em Gurupi a meta era vacinar 16.650 pessoas pertencentes aos grupos prioritários, e que com o trabalho intenso de conscientização da Secretaria e o esforço das equipes das Unidades Básicas de Saúde, foram vacinadas 16.922 pessoas.

Ela ainda alerta aos pais às datas para o reforço das doses a serem aplicadas nas crianças de até 3 anos. Esse reforço é somente para as crianças que tomaram a vacina pela primeira vez nessa campanha. Em Gurupi, mais de 550 crianças necessitam tomar o reforço.

O trabalho de conscientização sobre a importância de tomar a  dose contra a Influenza H1N1 faz parte do projeto “Saúde Humanizada” que estabelece a oferta de um serviço com qualidade e equidade de forma que a população tenha satisfação em usufruir, além de integrar as ações do Sistema Único de Saúde para um serviço de excelência.

O H1N1 é um vírus que pode causar gripe. Crianças, idosos, gestantes e pessoas com doenças crônicas ou imunodeficiências são mais vulneráveis. Após os sintomas, o tratamento deve iniciar em 48 horas, com orientação médica. Além da vacinação, é importante lavar as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas.

Pertencem aos grupos prioritários idosos, gestantes, crianças, puérperas, indígenas, pessoas privadas de liberdades, professores do ensino básico e superior e  trabalhadores da saúde e do sistema prisional. Essas pessoas que por algum motivo não se vacinaram, ainda podem procurar uma unidade básica de saúde e tomar a dose.