Campo

Foto: Divulgação

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar), em parceria com o Sebrae, e a Prefeitura Municipal de Araguatins, realizou essa semana o Curso de Trabalhador na Sanidade Animal para Bovinocultura de Leite, para produtores rurais do Assentamento PA Maringá, localizado a 25 km do município de Araguatins, o principal objetivo do curso foi levar conhecimento e técnicas adequadas de como cuidar melhor do seu rebanho, uma vez que este tipo de treinamento faz também com que o produtor consiga melhorar cada vez mais sua produção.  

Segundo a instrutora do curso Suelen dos Santos Brito, ela relatou sobre os principais assuntos relacionados aos cuidados diários com o rebanho, como por exemplo, para melhorar a produtividade na Pecuária Leiteira o manejo sanitário deve ser realizado considerando as ocorrências das doenças no rebanho, pois somente com os dados anteriores é que se pode analisar e tomar iniciativas para suprimir ou implementar medidas a fim de evitar que os animais venham a contrair doenças que possam prejudicar a produção leiteira, evidenciando que a produção está alicerçada em quatro pontos chaves: genética, nutrição, sanidade e manejo. 

“O manejo sanitário consiste num conjunto de atividades regularmente planejadas e direcionadas para a prevenção e manutenção da saúde dos animais, dessa forma, objetivou-se com o curso ensinar as formas de como prevenir a ação dos agentes patogênicos sobre os animais, utilizando medidas de higiene e de profilaxia sanitária (limpeza e higienização das instalações zootécnicas, desinfecção umbilical do recém-nascido, ingestão precoce do colostro), e medidas para manter os animais aptos a resistir à ação dos patógenos, através de medidas de profilaxias como vacinação, vermifugação e banho carrapaticidas”, explicou a instrutora.

Os alunos também tiveram a oportunidade de aprender sobre o Teste CMT (Califónia Mastitis Test) que foi realizado na chácara Pontalim, “esse tipo de exame permite identificação de mastite subclínica e o teste do Caneco de fundo telado para identificação da mastite clínica, durante o encontro foi demonstrado o manejo correto de ordenha a fim de prevenir e combater essa doença do rebanho leiteiro, que podem causa além de dano ao animal, pouca qualidade na produção leiteira”, disse Suelen.

Por: Redação

Tags: Prefeitura de Araguatins, Sebrae, Senar, campo