Estado

Foto: Marcio Vieira

A Secretaria da Segurança Pública, por meio da Assessoria de Polícia Comunitária, em parceria com a Polícia Militar, por intermédio do 4º Batalhão, e a Prefeitura de Gurupi realizam o lançamento oficial dos projetos Mulheres da Paz e Protejo nessa quarta-feira, 4.

O evento acontecerá às 17h, no pátio do 4º BPM e contará com a presença do secretário da Segurança Pública, Deusiano Pereira de Amorim; do comandante geral da Polícia Militar, coronel Jaizon Veras Barbosa; do prefeito municipal, Laurez Moreira; dos 125 beneficiados dos projetos, além de seus familiares e demais autoridades locais.

Mulheres da Paz

O Projeto Mulheres da Paz tem como objetivo capacitar 50 mulheres moradoras de Gurupi para atuarem como líderes em suas comunidades, com vistas à construção e ao fortalecimento de redes sociais de prevenção e enfrentamento de violência doméstica e urbana.

As mulheres selecionadas participarão do projeto durante um ano e receberão camiseta e boné, lanche e bolsa-auxílio do valor de R$ 190,00 mensais a ser repassado pelo Governo Federal.

Protejo

Já o Projeto “Protejo” tem como objetivo fomentar a realização de atividades de formação voltadas à prevenção e redução dos índices de violências e criminalidade, através do atendimento de 75 jovens em situação de vulnerabilidade social.

Os jovens selecionados para o “Protejo” recebem camiseta e boné, lanche e bolsa-auxílio, durante um ano, no valor de R$ 100,00 a ser pago pelo Governo Federal.

Para o capitão PM Thiago Monteiro, assessor de Polícia Comunitária, os projetos trazem um retorno positivo para o município por atuarem na prevenção à criminalidade.

O sargento PM Reginaldo Brabo R. Júnior, coordenador dos projetos, destacou que as capacitações visam elevar a autoestima dos participantes e desenvolver suas potencialidades, além de qualificá-los para o mercado de trabalho.

Os projetos são fruto de convênio entre o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça, e o Governo Estadual, por intermédio da Secretaria da Segurança Pública.