Polí­cia

Foto: Divulgação

Dando continuidade às investigações que eram presididas pelo delegado José Rerisson Macedo Gomes, sobre o homicídio de Vitória Castro, trasvesti morta na cidade de Araguaína no início de 2017, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) efetuou, no final da tarde da última quinta-feira, 12, em Imperatriz/MA, ‘Tyfanni Sandes Dutra’.

Conforme o delegado regional Bruno Boaventura, na madrugada da quinta-feira, equipes da DHPP-Araguaína e da 10ª Delegacia Regional  de Araguatins se deslocaram a cidade de Itinga do Pará a fim de localizar o investigado. Lá, receberam informações de que ele teria se evadido para Imperatriz. 

Desta maneira, as equipes se deslocaram até a cidade maranhense, onde conseguiram localizar o investigado e dar cumprimento ao mandado de prisão temporária. Tyfanni era uma das travestis apontadas como executora das agressões que culminaram na morte de Vitória Castro. 

Após a detenção, Tyfanni foi apresentada na Delegacia Regional em Imperatriz e recolhida ao cárcere, aguardando decisão da justiça Tocantinense sobre seu recambiamento. 

Tyfanni era a última das investigadas envolvidas no homicídio ainda em liberdade.