Educação

Foto: Marcio Vieira A versão final da BNCC em discussão vai estabelece as diretrizes comuns de ensino médio brasileiro A versão final da BNCC em discussão vai estabelece as diretrizes comuns de ensino médio brasileiro

Educadores de todo o País estarão mobilizados, nesta quinta-feira, 2, para discutir a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio e contribuir com a construção do documento que vai estabelecer as diretrizes comuns de ensino médio brasileiro. No Tocantins, cerca de 4 mil professores de todo o Estado deverão participar do “Dia D” promovido pelo Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), em parceria com o Ministério da Educação (MEC), secretarias estaduais e municipais de educação e de escolas particulares.

Todas as 266 unidades de ensino que ofertam o ensino médio na rede estadual tocantinense promoverão as atividades do Dia D propostas pelo Consed, visando implementar as contribuições dos professores tocantinenses à consulta pública da BNCC do ensino médio.

De acordo com a gerente de superintendente de Desenvolvimento da Educação da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), Eusamar Araújo de Sousa, a participação dos professores do ensino médio nesse processo é imprescindível. “Esta é uma oportunidade que teremos de analisar e colaborar na elaboração da BNCC, a fim de que o documento que abranja as especificidades da educação do Tocantins”, enfatizou.

Em todo o país, mais de 500 mil docentes de 28 mil escolas publicas e particulares de ensino médio devem participar das discussões do “Dia D”. Um documento com as observações dos professores de todo o país vai ser compilado pelo Consed e encaminhado ao Conselho Nacional de Educação (CNE), que definirá as mudanças viáveis para implementação.

BNCC

A Base Nacional Comum Curricular é um documento de caráter normativo que define o conjunto de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Ela envolve toda a educação básica brasileira, do ensino infantil ao médio e vem sendo construída de maneira coletiva por meio da participação de educadores e comunidade escolar, que dão suas contribuições de maneira perene, ou durante ações específicas, como é o caso do dia “D”.

A expectativa é que o processo de análise das propostas, aprovação e homologação da nova base curricular do ensino médio seja concluído ainda este ano.