Estado

A TVE Tocantins terá sinal digital, a partir desta segunda-feira, 13 de agosto de 2018. O novo sistema de transmissão televisiva será ligado exatamente às 12h30, quando irá ao ar a programação local, o “Repórter Tocantins Tarde”.

A transição do sistema analógico para o digital faz parte do projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações – MCTIC que vem sendo implantado em todo o país, desde o ano de 2006, com previsão de chegar a todas as cidades brasileiras até 2023. O presidente da Fundação de Radiodifusão Educativa do Tocantins (Redesat), Wagner Coelho, informou que está tudo pronto, só esperando os técnicos do Ministério acionar a chave que muda para o novo sistema de transmissão da programação. De acordo com Coelho, foram alocados os recursos necessários para a digitalização do sinal, dentro do prazo estabelecido pelo governo federal.

O presidente explicou que “o processo será feito em duas etapas: a partir de segunda-feira, às 12h30, a TVE começa a transmissão digital, em Palmas, com o equipamento adquirido pela emissora”. Ele informou que até o fim do mês de setembro, o sinal digital será estendido a Porto Nacional. Coelho ainda esclarece que a TVE não possui outorga para transmissão no município de Barrolândia. Porto Nacional e Barrolândia compõem o agrupamento de Palmas, conforme a especificação do Ministério. 

Ao explicar que os demais municípios tocantinenses continuarão recebendo normalmente o sinal analógico, ao mesmo tempo que estão na agenda do MCTIC para implantação do novo sistema, o presidente da Redesat disse que a ideia é antecipar a programação do Ministério. Para tanto, os orçamentos serão incluídos no PPA de 2019 com foco inicial no atendimento dos 33 municípios do Estado que já têm a outorga federal para a implantação do sinal digital. Coelho adiantou que o custo financeiro para a implementação de equipamentos de transmissão digital não é baixo, devido à climatização adequada dos equipamentos que deve ser seguida à risca. Ao contrário do sistema analógico, o digital é altamente sensível a temperaturas elevadas.

Equipe nota dez

Ao referir-se à equipe de profissionais e técnicos que operam na TVE Tocantins, Wagner Coelho não poupou elogios: “os melhores técnicos do Estado estão aqui na Redesat”.  E para aprimorar mais, a equipe deve continuar participando de cursos e feiras tecnológicas nos grandes centros, que brindam a oportunidade de intercâmbios de tecnologias e conhecimento.

Produção e armazenamento digital  

Com a transmissão e recepção digital implantadas, o próximo passo será a aquisição de equipamentos de filmagem e armazenamento das produções audiovisuais da TVE.  

Interatividade, quem ganha é o telespectador

Para Wagner Coelho, com a transição do sistema o que melhora, sem dúvida, é a recepção do sinal que chegará nítido a cada aparelho de TV, com imagem limpa e sem chuviscado.  Mas o grande desafio, segundo ele, será melhorar a programação da TVE e da Rádio 96FM, promovendo a interatividade com o público durante as programações, possibilidade que oferece o modelo de sistema digital (Nipo-brasileiro). E aí, segundo Coelho, entrarão os programas educativos produzidos, fazendo deste avanço tecnológico uma ferramenta para “ajudar a melhorar a vida do cidadão”, concluiu o presidente.   (Zuleide D´Angelo)