Polí­tica

Foto: Cleober Taquara O parlamentar apontou ainda que uma obra desse tamanho e em um local de grande fluxo de pessoas não passaria despercebida pelo Executivo O parlamentar apontou ainda que uma obra desse tamanho e em um local de grande fluxo de pessoas não passaria despercebida pelo Executivo

Durante a sessão da última quinta-feira, 9, o vereador Milton Neris (Progressistas) levou à tribuna da Câmara de Palmas/TO uma denúncia sobre a construção de um comércio próximo da quadra poliesportiva da Praia da Graciosa, na região sul da Capital. De acordo com o parlamentar, não existe alvará e nem licitação para o empreendimento que tem cerca de 600 m².

Neris destacou que a construção irregular começou logo após o ex-prefeito Carlos Amastha (PSB) entregar a revitalização da praia à população. “Arrancaram o alambrado da quadra poliesportiva e ergueram a parede desse empreendimento. Veio a mim esta denúncia, fui atrás do processo e descobri que não tem alvará de construção. Só depois que fiz a denúncia a obra foi embargada”, explicou.

O parlamentar apontou ainda que uma obra desse tamanho e em um local de grande fluxo de pessoas não passaria despercebida pelo Executivo. Alguns vereadores presentes cobraram explicações do secretário municipal de secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Emprego, Kariello Sousa Coelho.

O presidente da Casa, vereador José do Lago Folha Filho (PSD), ressaltou que pequenos empreendedores, como proprietários de quiosques que atuam há anos na Capital, tiveram seus comércios embargados pela Prefeitura. “Recebemos diversas denúncias sobre essas questões e vamos convocar o secretário Kariello para dar explicações sobre a atuação da Prefeitura nestes casos”, afirmou.