Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais Civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), Núcleo Sul, de Gurupi comandados pelo delegado Rafael Fortes Falcão, efetuaram, na tarde desta última quinta-feira (13), a prisão de Talia C. B., de 19 anos, Gabrielle P. de L., 20 anos, Tales C. B., 19 anos e Cristiano C. G., de 24 anos. Eles são suspeitos pela prática do crime de tráfico interestadual de drogas e foram capturados, em flagrante, quando se encontravam no Setor Central, em Gurupi.

De acordo com o delegado Rafael, o grupo estava sendo investigado em razão da prática do tráfico de drogas na cidade de Gurupi, sendo possível apurar que nesta quinta-feira, Gabriele e Cristiano retornavam da cidade de Goiânia - GO trazendo significativa quantidade de entorpecentes, os quais seriam entregues à Talia e Tales, residentes no setor central de Gurupi.

Desse modo, os policiais monitoraram o trajeto dos investigados até o momento da entrega da droga, quando os indivíduos foram abordados, após buscas pessoais foi encontrado em poder dos indigitados, cerca de 4,5kg (quatro quilogramas e meio) de maconha.

Ainda na casa de Talia e Tales, os agentes encontraram 27 porções de crack fracionadas e embaladas em plástico filme, além de duas porções maiores da mesma droga. No local também havia R$ 234,00 (duzentos e trinta e quatro reais) em cédulas trocadas, pequenas sacolas plásticas do tipo “zip lock”, rolo de plástico filme e aparelhos celulares.

Os quatro foram conduzidos à Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Gurupi onde foram autuados pela prática de tráfico de drogas. Cristiano já possui registros criminais pela prática de ameaça, furto, roubo, porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito e tráfico de drogas.

Após a realização das providências legais cabíveis, Tales e Cristiano foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Gurupi, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário. Gabrielle e Talia serão recolhidas a uma das Unidades Prisionais Femininas do Estado, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.