Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Araguaína, concluiu, nesta última quarta-feira (19), as investigações referentes à prática de furtos de peças de picanha bovina ocorridos em um supermercado da cidade e indiciou, pelos crimes de furto e falsa identidade, Carlos J. A. R., de 37 anos. 

De acordo com o delegado Luis Gonzaga da Silva Neto, responsável pelo caso, preliminarmente, apurou-se que tais furtos ocorreram nos dias 2 e 14 de setembro, sempre no período da manhã.

Na data do último furto, o indivíduo foi preso em flagrante, tendo a sua prisão mantida pela justiça. No dia da prisão, já na Delegacia, o suspeito se identificou como sendo “Jairo Alves Rodrigues”, mas em seguida, os policiais civis constataram que na verdade seu verdadeiro nome é Carlos Jermano.

O delegado concluiu o inquérito, sendo Carlos indiciado pelos crimes de furto e falsa identidade, cuja pena total pode chegar a 5 (cinco) anos de prisão.

O caso fora encaminhado ao Poder Judiciário para as medidas cabíveis.