Polí­cia

Foto: Ascom SSP

Policiais Civis das Delegacias de Xambioá e Araguanã, comandados pelo delegado José Antônio da Silva Gomes efetuaram, na manhã desta quinta-feira (20), a prisão de Jairo Santana Brito, de 25 anos de idade, o qual é suspeito pela prática do crime de latrocínio contra um idoso, em uma chácara localizada na zona rural de Xambioá, fato ocorrido no dia 21 de julho de 2018.

Conforme o delegado José Antônio, as investigações da Polícia Civil apontaram que o indivíduo, juntamente com Acácio Pereira de Souza, vulgo - "Capachão", mataram a vítima em sua residência e ainda subtraíram do local uma motocicleta, Honda Biz, de cor vermelha, um capacete, uma guitarra e um aparelho celular, marca samgung, modelo J7, uma pequena quantia em dinheiro, bem como outros pequenos objetos.

Posteriormente, Jairo que ficara com a motocicleta e a guitarra da vítima, atravessou a balsa para a Cidade de São Geraldo do Araguaia/PA, onde deixou os objetos na residência de seu primo. No entanto, após três dias, o primo do autor tomou conhecimento da ilicitude dos objetos e os devolveu a Jairo, que por sua vez, abandonou a motocicleta e a guitarra naquele município.

A motocicleta foi recuperada ainda no mês passando, porém somente nesta tarde Jairo indicou onde teria dispensado a guitarra da vítima, sendo que o instrumento musical foi recuperado pelos policiais, após uma varredura nas imediações do local indicado.

Ao ser ouvido pelo delegado, o suspeito afirmou que teria cometido o Latrocínio sozinho, e que o suspeito Acácio só teria chegado ao local após o fato, porém que teria se aproveitado da morte da vítima e, dessa maneira subtraiu alguns objetos do idoso.

O delegado José Antônio esclarece que, possivelmente, será realizada uma acareação entre os dois homens, para que sejam dirimidas algumas dúvidas que ainda restam acerca do evento delituoso, uma vez que foi realizado busca domiciliar na residência de Acácio e ali foram encontrados diversos objetos que teriam sido reconhecidos, pelos familiares da vítima, como sendo de propriedade desta.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, Jairo Santana Brito foi recolhido à carceragem da Cadeia Pública de Xambioá, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. No entanto as investigações continuam a fim de se apurar com precisão qual dos dois homens foi o responsável pela morte do idoso.