Polí­tica

Foto: Divulgação

Acompanhado por milhares de pessoas, Mauro Carlesse (PHS), candidato à reeleição pela coligação Governo de Atitude, realizou na noite desta sexta-feira, 21, uma grande reunião no município de Araguatins, finalizando com  sucesso a sua agenda na região do Bico do Papagaio. 

Nos discursos, os aliados de Carlesse ressaltaram a competência da gestão estadual na resolução dos problemas e também o crescimento da campanha, mostrado não apenas no grande clamor popular, mas também por meio de pesquisas divulgadas nesta sexta-feira, confirmando a vitória do governador já no primeiro turno.

"Estou desde o primeiro momento com Carlesse porque tenho confiança de que ele é o melhor para o Tocantins. Precisamos decidir essas eleições no primeiro turno. O Estado está parado por causa do processo eleitoral. Se houver segundo turno, teremos o Estado parado por mais um mês. O nosso povo não aguenta mais", disse o candidato ao Senado, César Halum (PRB).

"Governador, sua eleição se encerra de uma vez por todas no dia 7 de outubro. Estamos confiantes e muito felizes. É o que as pesquisas hoje mostraram: a queda do adversário e a subida de Carlesse rumo à vitória", afirmou o candidato a deputado estadual João Oliveira (PHS).

Do Bico do Papagaio, o candidato à reeleição ao cargo de deputado estadual Amélio Cayres (SD) enfatizou os projetos de Carlesse para sua região. "Carlesse é o governador que está consertando o Tocantins. Juntos, vamos consolidar a Unitins no Bico do Papagaio, construindo a sede própria de Araguatins e Augustinópolis, implantar a UTI do Hospital Regional de Augustinópolis, construir a Transaraguaia e terminar as obras da Escola de Tempo Integral de Araguatins", concluiu.

Durante o evento, as lideranças do Bico do Papagaio reforçaram o anseio dos moradores da região de verem avançar a saúde pública, por meio da estadualização do Hospital Municipal de Araguatins. Carlesse sinalizou que não medirá esforços para garantir atendimento digno a todos os cidadãos.

Por: Redação

Tags: Bico do Papagaio, César Halum, Senado