Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Polícia de Peixe, no Sul do Estado, prendeu na tarde desta segunda-feira,15, mais duas pessoas envolvidas no crime de homicídio praticada no último final de semana na cidade, cuja vítima, Hélio Cardoso de Cerqueira, após ser espancado até a morte, teria sido enterrado numa vala comum em uma área urbana da cidade. Foram presos nesta segunda-feira, Paulo R. de S. P e Luiz F. de S. L., esse último é conhecido na cidade como “Felipão”. 

De acordo com o delegado João Paulo Sousa Ribeiro, Paulo Ricardo teria sido o mentor do crime. 

A motivação do delito ocorreu porque a vítima, que era viciada em drogas, havia furtado três litros de gasolina na casa de Paulo, pessoa já conhecida do meio policial como suposto traficante de drogas. “A vítima foi espancada e apedrejada até a morte, depois arrastada e enterrada pelos executores no mato, a cerca de 300 metros da casa de Paulo Ricardo”, afirmou. 

Ainda de acordo com o delegado, horas depois do crime a Polícia Civil prendeu Dhelmerson B. dos S., Vagner S. E. T. e Jean C. P. A., todos envolvidos no delito. Paulo Ricardo e Luiz Felipe havia conseguido escapar da prisão em flagrante e estavam foragidos desde sábado. “No início desta tarde, eles se apresentaram na Delegacia de Peixe acompanhado do advogado, mas a prisão preventiva já havia sido decretada e o mandado judicial foi cumprido ao final do interrogatório”, ressaltou. Eles foram encaminhados para a cadeia pública de Peixe, onde estarão à disposição do Poder Judiciário.