Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Educação

Foto: Marcos Filho Sandes A audiência é o resultado de um trabalho que iniciou em 2016, com estudos da Base Nacional Comum Curricular A audiência é o resultado de um trabalho que iniciou em 2016, com estudos da Base Nacional Comum Curricular

A Prefeitura de Araguaína realizará, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, Audiência Pública para Aprovação do Referencial Curricular Pedagógico do Ensino Fundamental, Monitoramento e Avaliação do Plano Municipal de Educação (PME). Professores, estudantes, pais e comunidade discutirão o tema “A Alfabetização no cenário da Base Nacional Comum Curricular”. O evento será no auditório central do Unitpac, localizado na Avenida Filadélfia, no Setor Oeste, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

O encontro envolverá ainda professores regentes do 1º ao 5º ano, recreadores e educadores físicos do Ensino Fundamental da Rede Municipal, educadores da Rede Estadual, membros dos conselhos do Fundeb, Alimentação Escolar da Criança e do Adolescente, membros de Organizações Não-Governamentais (ONGs), associações, escolas particulares, universidades públicas e particulares, APAE e de entidades.

Garantia de direitos

O Referencial Curricular é o documento que define as aprendizagens essenciais que todos os alunos da Rede Municipal devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades. O referencial tem como base os eixos temáticos, objetos, habilidades e competências previstas no Base Nacional Curricular Comum.

A audiência pública de aprovação do referencial é o resultado de um trabalho que iniciou em 2016, com estudos da Base Nacional Comum Curricular e análise do Referencial Curricular do Ensino Fundamental vigente desde 2014. As adequações feitas foram por meio da participação dos professores da rede municipal em momentos de estudo e formações, consolidados pelos coordenadores pedagógicos e supervisores.

O PME de Araguaína é composto por diretrizes, objetivos, 20 metas e estratégias das quais estão a erradicação do analfabetismo e a universalização do atendimento escolar. As ações que buscam garantir o Direito de Aprendizagem dos alunos do Município em todas as fases e modalidades de ensino também serão avaliadas no encontro.