Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Educação

Foto: Divulgação

Com o coração apertado, mas sabendo que irá passar adiante o conhecimento por meio da leitura, a servidora pública Solange Queiroz doou quase 300 livros ao “Biblioteca em Movimento”, realizado pela Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO). O Projeto disponibiliza livros, em especial os literários, para que qualquer pessoa interessada possa ter acesso. Para isso, não é necessário ficha cadastral, nem existe prazo para devolução do livro emprestado: a proposta é incentivar e facilitar o acesso à leitura principalmente para as pessoas que buscam atendimentos na Defensoria.

Na última segunda-feira, 29, Dia Nacional do Livro, o Projeto iniciou uma nova campanha de arrecadação de títulos a fim de ampliar e diversificar o acervo. Foi quando Solange entrou em contato para fazer a entrega dos livros que queria doar. “Hoje estou com a necessidade de ter que me desfazer dos livros, pois o lugar onde irei morar não irá comportar todos eles. Com isso, lembrei-me do projeto, entrei em contato e fui atendida”, disse ela.

Os cerca de 300 livros doados por Solange foram adquiridos ao longo de sua vida acadêmica e, posteriormente, profissional. Agora, levarão conhecimento a outras pessoas: “Na minha época, quando fazia a faculdade, era necessário comprar muitas coleções. São livros de vida, um acervo precioso”, destacou. Agora, com a doação, a equipe de apoio ao Projeto vai selecionar os livros literários dos demais. 

Como funciona

O acervo do “Biblioteca em Movimento” é público e de acesso gratuito.Em Palmas, os títulos estão em prateleiras distribuídas no prédio da Defensoria para que, em todos os setores de atendimento, as pessoas assistidas possam ter acesso prático e facilitado.

O Projeto está implantado nas nove unidades regionais da DPE, no Tocantins. Em todos os casos, os assistidos podem ler os livros enquanto aguardam atendimento ou levá-los para casa, devolvendo-os quando concluir a leitura.

Caso não seja possível devolver, o pedido é que a pessoa repasse o livro a outra, compartilhando, desta forma, o acesso aos livros e incentivando o hábito de ler. 

Como doar

Na última edição da campanha de arrecadação, realizada em outubro do ano passado, o Projeto recebeu 690 novos títulos para seu acervo.  Mas como a proposta é que as pessoas possam levar os livros para suas casas e repassá-los a outras pessoas, sem necessariamente devolver os livros da Defensoria, o acervo precisa ser renovado frequentemente para que novos títulos estejam disponíveis.

Com o tema “Dê um final feliz aos seus livros”, a atual campanha de arrecadação para o “Biblioteca em Movimento” segue até o próximo dia 30. Um espaço na recepção da Defensoria, em Palmas, foi especialmente preparado para receber as doações.

A campanha acontece em Palmas e nos municípios que possuem Defensoria Pública, no interior do Estado. Quem quiser doar, pode entregar o título nas unidades da DPE-TO ou entrar em contato pelo telefone