Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Esporte

Foto: Edu Fortes

Mais de 50 crianças e adolescentes da região Sul de Palmas/TO participam da Escolinha de Karatê da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes) cujas aulas são ministradas no Ginásio Ayrton Senna, toda segunda, quarta e sexta, em dois horários diferentes, das 18 às 19 horas e das 19 às 20h30.

Todas as atividades estão sob a coordenação do professor Sensei Jean Charles, que explica que as aulas são realizadas como forma de inclusão social e esportiva de crianças e adolescentes. “Este projeto tem como objetivo criar oportunidades para que crianças e adolescentes despertem o interesse pela atividade esportiva. A sua integração com o Karatê contribui de forma positiva como educação complementar, por meio da disciplina, autocontrole e respeito”.

“Queremos proporcionar, através da prática do Karatê, o crescimento e desenvolvimento das potencialidades físicas e mentais, a integração social, bem como a introdução aos fundamentos básicos da modalidade. Formar cidadãos e campeões”, disse lembrando que o projeto é totalmente gratuito e atende crianças a partir de 5 anos de idade.

Charles explica que as turmas são mistas, com crianças e adolescentes, mas que as portas estão abertas para adultos e idosos. “Aos interessados basta apenas procurar a sede do projeto, que funciona no Ginásio Ayrton Senna, fazer matrícula e começar a praticar”.

Wesley Pinheiro Carvalho, 18 anos, faixa laranja, é destaque da turma e campeão brasileiro em duas modalidades, Kata e Kumite. O jovem pratica karatê há seis anos e participa do projeto há dois e garante que o esporte, em especial o karatê tem contribuído de todas as formas para melhorá-lo como atleta e como pessoa. “Hoje eu olho o mundo e as pessoas de forma diferente, tenho mais respeito pelo próximo e por minha família”, disse, ressaltando também que o karatê além de abrir portas e criar oportunidades, colabora para a inclusão das crianças no mundo do esporte ao mesmo tempo em que retira das ruas e das drogas.

Para o presidente da Fundesportes, Giovanni Assis, o projeto prioriza o acesso das crianças e dos adolescentes às atividades desportivas, ocupando o tempo disponível delas de forma segura e eficaz. “As atividades esportivas além de trazer benefícios para o corpo e para a mente, despertam também a cooperação, a criatividade, a disciplina, o espírito de equipe, que são elementos essenciais para o processo de desenvolvimento humano”, disse.

Assis ressalta ainda que a missão do Projeto é proporcionar às crianças e aos adolescentes desenvolvimento físico, mental e social, além de agregar valores aos alunos e seus familiares. “Valores como disciplina, respeito e companheirismo sempre estão presentes nas aulas de karatê e auxilia na educação, formação e desenvolvimento da criança e do adolescente, desenvolvendo o respeito, a capacidade de concentração e melhoria nas relações humanas em geral”.