Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Esporte

Foto: Marcio Vieira Depois de quase 40h de viagem, a delegação desembarcou em Blumenau Depois de quase 40h de viagem, a delegação desembarcou em Blumenau

Depois de mais de 2.300 km de viagem, a delegação do Tocantins chegou a Blumenau/SC, onde disputará o primeiro bloco de competições da etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude. Ao todo, o Tocantins conta com 98 representantes na maior competição interescolar do Brasil, entre atletas, professores e comissão técnica.

Neste primeiro bloco de competições, os atletas tocantinenses disputarão o Basquetebol feminino 15 a 17 anos, com a equipe do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), e o Judô, com atletas de escolas públicas e particulares do Estado. Na luta marcial, competirão judocas de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos, tanto no masculino, quanto no feminino. Posteriormente, outros dois blocos de competição terão representantes das demais modalidades.

A chegada a Blumenau foi repleta de expectativa e esperanças pela conquista das sonhadas medalhas. Entre os atletas, o ambiente descontraído não escondia a vontade de entrar logo em quadra, ou pisar, com os pés descalços, os tatames da arena de lutas.

 “A expectativa é muito grande, pois nos preparamos muito para estar aqui. Esta é a segunda vez que venho e meu último ano. Por isso espero conseguir bons resultados e ganhar mais experiência com os atletas de outros estados”, destacou Carlos Eduardo Vale, judoca do Colégio Estadual Dom Alano Marie Du Noday, de Palmas.

Já a capitã da equipe de Basquetebol ressaltou que o time reforçou os treinamentos entre a classificação na etapa regional, até a chegada à nacional. “Sabemos que o nível é mais alto que na regional e, por isso, viemos com a consciência de que devemos dar o nosso melhor. Tenho certeza de que temos total capacidade de obter um bom resultado aqui”, disse Beatriz Lucena Ribeiro.

Com a experiência de quem comanda equipes de Judô nos Jogos Escolares da Juventude há muitos anos, o sensei Celso Galdino pontuou que o foco da competição está além das disputas esportivas. “É uma oportunidade ímpar de, além da competição em si, de estreitar relacionamento, da convivência com atletas de todo o Brasil, expandir a cultura. Não é só a competição que é importante aqui. É voltar para a casa com vontade de vir aos Jogos no ano que vem e que, a partir dessa experiência, que os resultados sempre melhorem”, pontuou.

Congresso técnico

Antes de os atletas entrarem em quadra, ou nos tatames, é a vez de os técnicos iniciarem os Jogos no Congresso Técnico, que é realizado sempre um dia antes das disputas. Durante o congresso, são feitos os últimos ajustes em cada modalidade, tiradas as dúvidas dos professores com relação a uniformes e regulamento, além de informes importantes com relação a transporte e demais detalhes.

Abertura

A solenidade de abertura da edição 2019 dos Jogos Escolares da Juventude será realizada neste sábado, 16, a partir das 18h, no Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão. Durante o evento, cada delegação designa cinco membros que irão compor o pelotão que desfilará a bandeira de seu estado.

As competições iniciam oficialmente no domingo, 17, logo no início da manhã.

Jogos Escolares 2019

Repetindo a fórmula implantada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em 2018, neste ano, os Jogos Escolares da Juventude também foram divididos em três etapas regionais – realizadas em Blumenau (contemplando os estados das regiões Sul e Sudeste, mais Mato Grosso do Sul e Goiás), Natal (contemplando os estados da região Nordeste) e em Palmas (com os estados da região Norte, mais Mato Grosso e Distrito Federal).

Já a etapa nacional vai até dia 29 de novembro, em Blumenau, que foi sede de uma das regionais. Na cidade catarinense, os atletas e equipes do Tocantins competem em 10 modalidades, sendo elas: Atletismo, Badminton, Basquetebol, Ciclismo, Ginástica Rítmica, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Xadrez, Vôlei de Praia.