Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo

Warning: file_put_contents(): Only 0 of 20 bytes written, possibly out of free disk space in /var/www/bug.conexaoto.com.br/app/controller/NoticiaController.php on line 23
Estado

O registro de 23 óbitos neonatais entre janeiro de 2020 e junho de 2021, no Tocantins,   possivelmente ocasionados por irregularidades no processo de internação e pela demora na disponibilização de leitos de UTI neonatal, levou o Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 27ª Promotoria de Justiça da Capital, a requerer da Justiça a intimação do Estado do Tocantins, na pessoa do secretário Estadual de Saúde e do Procurador-Geral do Estado, para que se manifestem sobre as providências adotadas e informações pertinentes ao caso. 

O requerimento foi postulado no bojo de uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público e pela Defensoria Pública do Tocantins, no ano de 2015, objetivando a viabilização de leitos de UTI neonatal na rede pública. 

Na petição juntada nesta terça-feira, 24, a promotora de Justiça, Araína Cesárea D’Alessandro, informa à Justiça que, no ano de 2020, das 1.009 solicitações de internação na UTI neonatal no Estado, apenas 813 foram efetivadas e 11 bebês foram a óbito. 

Neste ano, até o mês de julho, foram solicitadas 546 internações, todavia, apenas 443 delas foram disponibilizadas, porém com 12 óbitos, ou seja, quase o mesmo número de mortes em metade do ano, se comparado a todo o ano passado. 

Diante disso, a promotora de Justiça requer que o Estado apresente as medidas promovidas, o tempo médio de espera de pacientes neonatais que precisam de UTI e os motivos dos óbitos de neonatos, com vistas ao encaminhamento para a esfera criminal.


Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/var/lib/php/sessions) in Unknown on line 0