Estado

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (SINPOL/TO) e o Sindicato dos Peritos Oficiais do Tocantins ( SINDIPERITO) informam que foi apresentado ao Governo do Estado, na noite da última quarta-feira, 12, a proposta referente ao Plano de Cargos, Carreira e Subsídio (PCCS), conforme decidido na Assembleia Geral Extraordinária da última segunda-feira, 11.

No documento, foi informado que a proposta de 5% apresentada pelo Comitê Gestor do Governo foi rejeitada pelos policiais Civis do Tocantins.

Diante disso, foi apresentado ao Estado uma contraproposta com reajuste linear para todas as categorias, com o montante que será disponibilizado pelo governo, para tratar de forma isonômica todos os cargos da Polícia Civil. Ou seja, o mesmo percentual aplicado aos delegados deverá também ser disponibilizado as outras carreiras, além das progressões funcionais até 4 de janeiro de 2022.

Já as tabelas não foram apresentadas pelos sindicatos pois o valor do montante não foi disponibilizado, ficando a cargo do Comitê Gestor aplicar de forma linear para todos os cargos.

O Sinpol informa que governo está avaliando a contraproposta e assim que os representantes sindicais obtiverem uma resposta será repassado aos policiais civis por meio dos canais oficiais de comunicação dos sindicatos e convocada a Assembleia Geral Extraordinária para deliberação.