Campo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A 17ª edição da Bahia Farm Show, maior feira agrícola do Norte e Nordeste, foi oficialmente aberta na manhã desta terça-feira, 6, e nos próximos cinco dias será a capital do agronegócio brasileiro. A cerimônia contou com a presença do presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, e do prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Júnior Marabá, recepcionados pelo presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), o anfitrião do evento, Odacil Ranzi, e demais representantes do agronegócio baiano. O evento foi marcado por anúncios de novos investimentos ao setor agrícola, no total de R$ 7,6 bilhões, que serão destinados em créditos de projetos de sustentabilidade e ampliação da capacidade de armazenagem e estocagem dos grãos.

O presidente Lula agradeceu o convite dos produtores baianos para participar da feira e agradeceu aos produtores rurais pelo trabalho de excelência desenvolvido por eles na organização da Bahia Farm Show. “Agradeço ao presidente da feira Odacil Ranzi e aos companheiros pela honra de ter sido convidado para esse encontro. O agronegócio é um setor fundamental e que sempre foi muito bem tratado pelo nosso governo e agora estamos aqui com o nosso ministro para trazer mais investimentos para o setor. Quando a agricultura vai bem, o setor de máquinas também vai. Quero que a gente produza, venda muito mais e exporte muito mais, porque tudo isso é riqueza para esse país”.  

Antes do presidente, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, destacou o trabalho desenvolvido de forma responsável pelos produtores rurais do oeste da Bahia com responsabilidade socioambiental. “Aqui se encontram homens e mulheres que saíram de suas regiões de origem há 40 anos e encontraram produtores baianos que respeitam o meio ambiente e com respeito às boas práticas sociais com seus colaboradores. Aqui temos um grande exemplo, que é a essência de tudo o que deve ser bem feito e o que nós apoiamos. Vamos fazer um Plano Safra robusto que tenha recurso de apoio à comercialização e que ofereça condições de fazer com que os produtores sejam ainda mais competitivos, gerando empregos e oportunidades”, pontuou Fávaro. Antes da solenidade, o presidente, o ministro Carlos Fávero e demais membros da comitiva percorreram as instalações da Bahia Farm Show conferindo as tecnologias presentes na feira.

Acompanhando o presidente da república, estavam os ministros Rui Costa (Casa Civil), Renan Filho (Transportes), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar), Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação) e as presidentes da Caixa Econômica Federal, Rita Serrano, do Banco do Brasil, Tarciana Medeiros, e da Embrapa, Silvia Maria Massruhá, que juntos anunciaram a liberação de mais R$ 3,6 bilhões para o Plano Safra (Safrinha) e de R$ 4 bilhões em linhas de financiamento em dólar para investimentos no Crédito Rural – para a construção e ampliação de armazéns, obras de irrigação, formação e recuperação de pastagens, geração e distribuição de energia de fontes renováveis e regularização ambiental da propriedade.

Durante o discurso de abertura, Odacil Ranzi reforçou que a Bahia Farm Show reflete a força e a união dos produtores do Oeste da Bahia. “Este é um espaço democrático onde a difusão da tecnologia se funde com itens produzidos pelas famílias e associações de agricultores. Uma feira idealizada e realizada por várias mãos coordenadas pelas diretorias que passaram pela Aiba, entidade que hoje represento com muito orgulho, respeito e responsabilidade. Se avançamos, crescemos e consolidamos a Bahia Farm junto aos cenários nacional e internacional, sem dúvida, estamos fazendo aqui, o mesmo que fazemos diariamente em nossas lavouras”, reforça ele. A Bahia Farm Show vai movimentar o agronegócio nacional até o sábado, 10, ao reunir em um só lugar cerca de 420 empresas, representando 1200 marcas, que vão demonstrar as principais novidades tecnológicas do mercado agrícola.