Saúde

Foto: Secom Araguaína

Foto: Secom Araguaína

A partir desta segunda-feira, 3, as Unidades Básicas de Saúde de Araguaína iniciaram uma nova estratégia de imunização contra a covid-19 com uma vacina diferente, a Monovalente (XBB), da fabricante Moderna (SpikeVax), e que será destinada aos públicos prioritários. A medida segue uma determinação do Ministério da Saúde.

“Assim como acontece com a vacina da Influenza, que a cada ano recebe uma nova formulação conforme a variante do vírus que está em circulação, a vacina contra covid-19 também foi atualizada e é importante reforçar que essa nova não descarta a eficácia das que foram aplicadas”, explica a diretora de Imunização da Secretaria da Saúde de Araguaína, Samilla Braga.

O público-alvo são as crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas de 60 anos ou mais; idosos que vivem em instituições de longa permanência e seus trabalhadores; adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas; indígenas; ribeirinhos; quilombolas; gestantes e puérperas; trabalhadores da saúde; pessoas imunocomprometidas; em situação de rua; com deficiência permanente; com comorbidades; privadas de liberdade; e funcionários do sistema penitenciária.

“A exceção para receber o imunizante sem pertencer ao grupo prioritário será no caso de uma pessoa que nunca se vacinou e deseja receber a vacina. Neste caso, ela irá tomar uma dose única da Monovalente”, informa Samilla.

Grupo mais vulnerável

Conforme dados da Vigilância Epidemiológica de Araguaína, em 2023 quatro pessoas morreram com complicações da covid-19, sendo que três delas pertenciam a faixas etárias de 1 a 10 anos, 61 a 70 anos, 71 a 80 anos, e 81 a 90 anos. Os óbitos foram registrados em janeiro, fevereiro e dezembro.

“O objetivo da vacina é reduzir casos graves e óbitos pela covid-19. Mesmo estando em um momento muito mais tranquilo, o vírus continua circulando e adoecendo pessoas, mas quando olhamos quem está sendo hospitalizado ou os óbitos, são as crianças menores de cinco anos e os idosos, por isso não podemos deixar de vacinar as pessoas de público prioritários”, reforça a diretora de imunização.

Como se vacinar?

Para receber o imunizante, além de fazer parte do grupo prioritário, é necessário levar a caderneta de vacinação, cartão do SUS e os documentos pessoais na UBS mais próxima da residência. O horário de atendimento nas unidades é das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira. Nas unidades do Novo Horizonte e do Povoado Pontes, o atendimento é das 7h30 às 13h30.

Já nas unidades da Vila Aliança (Dr. Francisco Barbosa), Araguaína Sul, Bairro São João (Avany Galdino), Jardim das Flores e do Setor Couto Magalhães (UBS Albeny Soares), os atendimentos são das 7 às 19 horas, de segunda à sexta-feira.