Polí­tica

Foto: Divulgação Em seu plano de governo, Mário Lúcio propõe a ampliação de políticas de geração de emprego e renda Em seu plano de governo, Mário Lúcio propõe a ampliação de políticas de geração de emprego e renda

O candidato ao governo do Tocantins pelo PSOL na eleição suplementar do dia 3 de junho, Mário Lúcio de Avelar, participou nesta última terça-feira, 1º de maio, de ato em homenagem aos trabalhadores organizado por partidos de esquerda e movimentos sociais na Feira da 403 Sul, em Palmas. “Hoje, Dia do Trabalhador celebrado em todo o mundo, é um momento de reflexão e de reafirmação da luta dos trabalhadores brasileiros pelo emprego e pela melhoria das relações de trabalho”, lembrou Mário Lúcio de Avelar, que concorre pela primeira vez ao cargo de governador. 

“Tanto o emprego como as relações de trabalho foram seriamente comprometidos pela reforma trabalhista, pelo desemprego persistente e pela anunciada reforma da previdência”, complementou.

Em seu plano de governo, Mário Lúcio propõe a ampliação de políticas de geração de emprego e renda, com implementação de programas como o de primeiro emprego para os jovens, com apoio à micro e pequenas empresas geradoras de postos de trabalho e fomento e qualificação de empreendimentos econômicos sustentáveis com estímulo à criação de empregos para as populações de baixa renda.

“Este 1° de maio é a primeira comemoração do Dia Internacional dos Trabalhadores sob o jugo de uma reforma trabalhista que destroçou as relações de trabalho existentes no Brasil. E no nosso Tocantins, uma enxurrada de demissões de servidores marcam as vésperas desta data histórica de luta”, salientou Sandra Leitão, primeira mulher a presidir a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) do Estado. “Na esperança de uma nova política para a classe trabalhadora, defendemos a liberdade e o direito ao trabalho com dignidade e a candidatura do PSOL, com Mário Lúcio de Avelar, se torna uma trincheira junto a outras forças no enfrentamento ao descaso e desmonte das políticas públicas”.