Estado

Foto: Divulgação

O governador interino e candidato ao Governo do Estado na eleição suplementar de 3 de junho, Mauro Carlesse (PHS), determinou que a Secretaria Estadual da Fazenda efetue na próxima sexta-feira, dia 1º de junho, o pagamento dos salários dos servidores do quadro geral que ganham até R$ 2.697,00, e da educação, que recebem até R$ 3.380,00.

O dinheiro estará na conta de mais de 35 mil servidores no sábado, dia 2, injetando mais de R$ 60 milhões na economia do Estado. O salário dos demais servidores deve ser depositado no próximo dia 8.

Junto com o salário será depositada também a primeira parcela da data-base referente ao período de maio de 2016 a abril de 2017, resultado de acordo entre o governador Carlesse e representantes de associações e sindicatos dos servidores públicos estaduais.

Para Carlesse, o pagamento de mais 63% da folha, antes mesmo do quinto dia útil do mês; a negociação e o pagamento da data-base provam que “é possível fazer”, quando há planejamento e vontade política. “É muito simples fazer isso, basta que o Estado não retenha os salários dos servidores públicos, como acontecia antes. E estamos organizando as contas públicas para, em breve, pagarmos todos os salários no dia 1° de cada mês”, comparou Carlesse, referindo à gestão do governador cassado, que só depositava os salários dos servidores depois do dia 10.

Jornada de trabalho

Além do pagamento da folha em dia, a gestão do Governo Carlesse reduziu também a jornada de trabalho do funcionalismo, antiga reivindicação dos sindicatos que representam a categoria, e que resultou em economia para o Estado e mais qualidade de vida aos servidores públicos estaduais.

Por: Redação

Tags: Governo do Estado, Mauro Carlesse