Estado

Foto: DPE-TO / Divulgação

Em vistoria realizada na tarde desta quarta-feira, 30, no Hospital Geral de Palmas (HGP), a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) constatou que existem 15 pacientes na fila de espera por vaga em leitos de Unidade de Tratamento Intenso (UTI) no Hospital. Paralelo a isso, foi constatado que, no HGP, há um novo espaço para seis leitos de UTI, mas o serviço ainda não funciona por  falta de equipamentos e materiais necessários.  

Conforme o Núcleo Especializado em Defesa da Saúde (Nusa) da DPE-TO, entre os pacientes na fila de espera há pessoas que necessitam do leito de UTI por situação de pós-operatório e, ainda, pacientes que precisam de vaga em Unidade de Tratamento Intensivo para serem submetidos a cirurgias, entre outras situações.

A Defensoria vai requerer que o Estado coloque em funcionamento os seis leitos de UTI já previstos para o HGP, considerando que a equipe do Nusa verificou que o Hospital tem uma sala reservada para o funcionamento de novos leitos, porém, o espaço é inoperante, conforme o Nusa, por falta de pessoal, equipamentos e materiais adquiridos para tal finalidade.

A Defensoria também vai requerer que o Estado providencie, de forma imediata, leitos de UTI para os 15 pacientes que constam em lista de espera do próprio Hospital, já que o serviço é de urgência e precisa ser providenciado, seja na rede pública ou na rede privada, com custos praticados conforme a tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).