Polí­tica

Foto: Divulgação

A Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica para a Eleição Suplementar divulgou o edital para dar publicidade aos trabalhos que acontecerão no segundo turno.

O edital permite aos fiscais de partidos políticos e das coligações, a Ordem dos Advogados, o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal, a Controladoria-Geral da União, o departamento de Polícia Federal, a Sociedade Brasileira de Computação, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia e os departamentos de tecnologia da Informação de universidades, acompanhar, no auditório do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), os trabalhos de Auditoria da Votação Eletrônica, no segundo turno, em cumprimento ao que dispõe a Resolução TRE/TO nº 409/2018, publicada no Diário da Justiça Eletrônico/TRE nº 68.

Os trabalhos de Auditoria da Votação Eletrônica para Eleição Suplementar 2018 são públicos, podendo ser acompanhados por qualquer interessado.

A sede do Tribunal é localizada na Capital, Palmas, na Quadra 202 Norte, Avenida Teotônio Segurando, conjunto 1, Plano Diretor Norte.

Cronograma

Os trabalhos da Comissão de Auditoria das Urnas Eletrônicas são divididos em várias etapas, como a coleta das cédulas de papel e a preparação da equipe de apoio. O cronograma com os locais e datas será publicado futuramente.