Polí­tica

Foto: Divulgação

Em agenda com empresários em Gurupi, sul do Estado, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO), Roberto Magno Martins Pires e conselheiros da instituição, reuniram-se com o candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB), no final da tarde desta quarta-feira, 22. Demandas prioritárias de infraestrutura do Estado necessárias ao desenvolvimento industrial e escoamento da produção foram destacadas por Pires. O encontro institucional aconteceu na sede do Sesc/Fecomércio como parte das ações de defesa dos interesses industriais, tal qual o que foi realizado com o presidente da República, Michel Temer, em março de 2017, oportunidade em que o chefe do Executivo recebeu documento elencando estas demandas.

Acompanhado dos empresários e membros da diretoria da Federação, Carlos Suzana, Bartolomé Garcia, Esequiel Milhomem, Emilson Vieira, Mário Pillar e Carlos Wagno, Roberto Pires expôs reivindicações como a necessidade de remoção do Pedral do Lourenço no Pará e construção das eclusas nas usinas hidrelétricas de Estreito e Luís Eduardo Magalhães (Lajeado/To), construção da rodovia BR 242 (Transbananal) incluindo uma ponte sobre o Rio Araguaia (trecho de Formoso que liga o Tocantins ao Mato Grosso), a duplicação de trechos da BR 153 (de Anápolis-GO a Aliança do Tocantins, entre outras.

“A Fieto é porta voz da indústria e um de seus papéis na defesa dos interesses deste segmento e do desenvolvimento do País é se fazer ouvir e transitar pelos mais diferentes ambientes a fim de unir esforços para que estas demandas tão vitais se tornem prioridade e realidade”, disse Pires, destacando a importância destas obras estruturantes não só para o Tocantins mas para todo Brasil.

Em seu pronunciamento, Alckmin falou de suas propostas e da necessidade de atenção a itens como os citados pelo segmento empresarial. "Não tem emprego sem investimento. Precisamos trazer de volta a confiança de que o país vai crescer e vai crescer forte", disse citando reformas importantes a serem feitas como a política, tributária e da previdência.

Confira as demandas apresentadas

- Celeridade no processo de duplicação da rodovia Belém-Brasília (BR 153) entre Anápolis (GO) e Aliança do Tocantins (TO).

- Remoção do “Pedral do Lourenço” e construção das eclusas nas usinas hidrelétricas de Estreito e Luís Eduardo Magalhães (Lageado) na hidrovia no Rio Tocantins.

- Construção da rodovia BR 242 (Transbananal) incluindo ponte sobre o Rio Araguaia, trecho de Formoso do Araguaia até o entroncamento com a BR 158 (Mato Grosso)