Conexão Tocantins - O Brasil que se encontra aqui é visto pelo mundo
Educação

Foto: Elias Oliveira

O Centro de Atenção à Criança Girassol de Tempo Integral, a Escola Caic de Palmas, conseguiu mais um destaque. Desta vez foi uma das escolas da rede estadual que obteve uma das maiores pontuações no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). A escola tinha a meta de 6.1 e alcançou 7.7, no 5º ano do ensino fundamental, superando a meta determinada para a rede estadual que é de 5.3 e a meta nacional que é 5.6.

A diretora da escola, Marisa Aparecida Alves dos Santos, contou que este é um resultado já esperado pela dinâmica de trabalho que vem acontecendo na unidade de ensino há alguns anos. São ações que estão sendo realizadas de forma constante e com autoavaliações periódicas.

“Na nossa escola, a melhoria da qualidade do ensino começa na portaria, com a recepção dos alunos, até a sala de aula. Cada dia há um professor e uma turma responsáveis por receberem os alunos e a recepção varia com temáticas como meio ambiente, folclore, artes, esportes, valorização da vida, inclusão social e ações pela paz, entre outros temas”, explicou Marisa.

O Ideb mede a qualidade da aprendizagem da educação brasileira. O Índice das escolas e das redes de ensino varia numa escala de zero a dez e representa um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da educação. O Ideb é calculado tendo como base componentes como a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Ministério da Educação traça metas para cada uma das escolas, para os municípios, estados e para a federação.

Mais uma vez, a diretora Marisa destaca o contato com os alunos. “Eles pertencem à escola, todos são responsáveis pelo crescimento dos estudantes e, por isso, desenvolvemos projetos e ações que ajudam os alunos individualmente a superarem suas dificuldades”, frisou.

A professora de Matemática, Alliane Rodrigues, que leciona no ensino fundamental, contou que contextualiza os conteúdos da disciplina com a realidade da família e da comunidade. “Esta semana, estamos estudando números decimais e para a aula prática, pedimos aos alunos que tragam as listas de compras do supermercado para fazermos análises”, disse. Como explicou a professora Alliane, os alunos podem observar os valores, descontos, porcentagens e outros assuntos.

Nesta quarta-feira, 5, no período da tarde, por exemplo, a aula de Matemática será transferida para a cantina. Lá os estudantes irão preparar sanduíches naturais e irão observar temas como soma e fração.

Nota 10 para os professores

O estudante Jhony Marques Ribeiro, 15 anos, aluno do 9º ano do ensino fundamental, contou que está na escola há nove anos. “Acho o Caic uma escola maravilhosa, gosto muito de participar dos projetos porque desenvolvemos nossa responsabilidade e criatividade”, afirmou.  Jhony ressaltou o papel dos professores, que são atenciosos.

Thalia Tavares, 11 anos, que estuda o 6º ano do ensino fundamental, frisou que gosta do Caic pela atenção que recebe dos professores. “Passei por outras instituições de ensino, mas sinto que aqui aprendo mais. Os professores nos ajudam a desenvolver a nossa capacidade de aprender e, com isso, sentimos mais satisfeitos”, ressaltou.

O aluno João Francisco Mian Cardoso, 13 anos, do 8º ano do ensino fundamental, está na escola há dois anos. “Eu fui um dos alunos escolhidos para receber o Prêmio Gestão Escolar, um ato que me deixou com orgulho da escola e são ações como essa que fazem com que nos sentimos mais valorizados.  O Caic é uma escola exemplar, da qual gosto muito, me senti acolhido,  e ainda temos oportunidades para nos divertir”, contou.

Prêmio Gestão Escolar

Não é de hoje que o Caic vem se destacando entre as escolas públicas do Tocantins. Em 2017, após passar por todas as etapas do Prêmio Gestão Escolar (PGE), a escola foi selecionada como representante da Região Norte na final da premiação que reconhece ações positivas no ambiente escolar. A premiação foi realizada, no ano passado, em Bonito (MS) e contou com finalistas das cinco regiões brasileiras.